Mulher paraplégica completa maratona de Londres com ajuda de traje biônico após 16 dias

Das agências internacionais
Em Londres (ING)

  • AFP PHOTO / CARL COURT

    Claire Lomas, de 32 anos, levou 16 dias para completar os 42 km da maratona

    Claire Lomas, de 32 anos, levou 16 dias para completar os 42 km da maratona

Uma mulher paraplégica se tornou nesta terça-feira a primeira a completar a maratona de Londres com a ajuda de um traje biônico. Claire Lomas, de 32 anos, levou 16 dias para completar os 42 quilômetros da prova.

Lomas perdeu o movimento das pernas sofrer uma queda de um cavalo em 2007. Ela largou para a maratona junto com os demais 36 mil participantes em 22 de abril e percorreu média de três quilômetros por dia.

A britânica utiliza um sistema robótico que permite que pessoas paraplégicas, com o auxilio de muletas, se mantenham em pé, caminhem e subam escadas. Suportes motorizados e sensores detectam o balanço do corpo.

"Estou nas nuvens. Quando estava treinando houve momentos em que duvidei que seria capaz. Uma vez que dei a largada, só pensava que a cada passo que dava estava mais perto da meta", falou Lomas.

Os últimos metros da maratonista foram acompanhados por centenas de pessoas. Seu feito não aparecerá nos registros oficiais da competição, mas muitos dos atletas que completaram a prova se disponibilizaram a dar a ela uma medalha pela participação.

Últimas de Esporte



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos