UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

Zé Roberto

José Roberto da Silva Júnior

Arquivo/FI

Nascimento: 
06/07/1974, em São Paulo (SP)

.............................................

Peso: 72 kg

.............................................

Altura: 1,75 m

.............................................

Clubes: Portuguesa (1994 a 1997); Real Madrid-ESP (1997 e 1998); Flamengo (1998); Bayer Leverkusen-ALE (1998 a 2002); Bayern de Munique-ALE (2002 a 2006)

.............................................

Títulos: Campeonato Alemão (2003/2005); Copa da Alemanha (2003/2005/2006); Liga dos Campeões (1998); Copa América (1997/1999); Copa das Confederações (1997/2005)

.............................................

Copas: 2 (1998 e 2006)

Antes da Copa, havia gente que dizia que o funcionamento ideal do "quadrado mágico" idealizado pelo técnico Carlos Alberto Parreira dependia diretamente do desempenho de Zé Roberto no meio-campo. Na Copa, o "quadrado" não teve magia, mas não por culpa de Zé Roberto. Ele atuou bem a ponto de ser eleito melhor em campo pelos observadores da Fifa em duas partidas (contra Austrália e Gana).

Contra Gana, Zé Roberto também fez seu primeiro gol em Copas. Lançado por Ricardinho, ele driblou o goleiro e, a centímetros do gol, esboçou dar um toque de letra, mas se arrependeu e fez o gol com um respeitoso toque comum.

Foi a primeira Copa de Zé Roberto como titular, depois de ficar na reserva de Roberto Carlos em 1998. Nesses oito anos, transformou-se em meia no futebol alemão e em volante na seleção. Com Parreira de técnico, porque Luiz Felipe Scolari desprezou o jogador em 2002, embora Zé Roberto vivesse o auge de sua carreira.

Zé Roberto levou para o meio-campo da seleção toda a experiência de quase oito anos jogando no futebol alemão. Hoje, o brasileiro é nome importante do Bayern de Munique. Mas o paulista chegou ao futebol alemão em 1998, para vestir a camisa do Bayer Leverkusen.

Antes, o meio-campo teve uma passagem breve pelo Real Madrid, em sua primeira experiência no futebol internacional. Na Espanha, Zé Roberto permaneceu por apenas seis meses.

O titular de Parreira foi revelado pela Portuguesa na primeira metade dos anos 90. Com o clube paulista, despontou nacionalmente com o time que disputou e perdeu a final do Campeonato Brasileiro de 1996. Ainda no Brasil, Zé Roberto o jogador passou rapidamente pelo Flamenho, em 1998.

Hoje com 31 anos começou a carreira como lateral-esquerdo, onde conseguiu projeção. Mas, ao longo dos anos, principalmente depois da chegada ao futebol europeu, Zé Roberto iniciou a transição para virar um jogador de meio-campo.

Na atual formação da seleção brasileira, Zé Roberto abdica de sua vocação criativa para reforçar a marcação de meio-campo. Esporadicamente, o jogador do Bayern aparece na ala esquerda em jogadas de ataque. Tudo para ajudar o funcionamento do "quarteto ofensivo", oferecendo liberdade aos homens de frente.

     

Veja também os ídolos de copas passadas

SELEÇÕES

Graphic News

4-2-2-2

Área

8.514.876,599 km²

População

185.925.088

Idioma

Português

Capital

Brasília

Moeda

Real