Villeneuve pilota Ferrari de 1979 e lembra os 30 anos da morte do pai, Gilles

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Felipe Massa e Fernando Alonso posam junto a Jacques Villeneuve na homenagem

    Felipe Massa e Fernando Alonso posam junto a Jacques Villeneuve na homenagem

Campeão mundial da Fórmula 1 em 1997, o piloto Jacques Villeneuve voltou a guiar um carro da categoria, mas em um momento de lembrança da morte de seu pai, Gilles Villeneuve. O canadense foi para o asfalto nesta terça-feira, em Maranello, na Itália, com um carro que foi utilizado por Gilles.

Villeneuve vai à pista na Itália

  • EFE

    Jacques Villeneuve pilota Ferrari que foi usada por seu pai, Gilles, no circuito de Maranello, na Itália

Jacques, de 41 anos, sentou-se atrás do volante da Ferrari 312 T4, da temporada de 1979. O evento marca os 30 anos da morte de Gilles em um acidente durante os treinos para o Grande Prêmio da Bélgica de 8 de maio de 1982.

A Ferrari levou o canadense na última semana para sua sede em Maranello para realizar os ajustes, e nesta terça ele pôde andar com o carro histórico.

Gilles Villeneuve foi vice-campeão mundial na temporada de 1979. Ele totalizou 67 GPs na Fórmula 1, com seis vitórias, 13 pódios e duas pole positions. Foi o filho, no entanto, quem chegou ao título da categoria, pela Williams em 1997.

O acidente fatal de Gilles aconteceu com uma batida com Jochen Mass a cerca de 225 km/h no circuito belga, quando o canadense desfrutava de um período de muita popularidade na F-1. Seu corpo foi jogado para fora do cockpit, causando a morte.

  • Steve Powell/Allsport

    Gilles Villeneuve pilota Ferrari durante Grande Prêmio da Espanha em 1979



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos