Luxemburgo não resiste ao 9º jogo sem vitória e é demitido no Fluminense

Rodrigo Paradella*
Do UOL, no Rio de Janeiro

Veja Também

Vanderlei Luxemburgo não é mais técnico do Fluminense. O treinador não resistiu ao nono jogo seguido sem vitórias no Campeonato Brasileiro e foi demitido nesta segunda-feira pela diretoria tricolor após a derrota para o Corinthians por 1 a 0 na Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, a terceira consecutiva. O técnico chegou a balançar no cargo nas últimas semanas, mas ganhou sobrevida. Ele comandou o Tricolor por pouco mais de três meses e se disse surpreso com a decisão. Os dirigentes trabalham com o nome de Caio Junior como favorito para o cargo, enquanto Dorival é forte opção por conta da rejeição que o concorrente sofre em alguns setores das Laranjeiras.

A saída do treinador representa um enfraquecimento do diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano, já que o profissional não participou da reunião que definiu a demissão de Luxemburgo na manhã desta segunda-feira.

A demissão poderia ter acontecido já há duas semanas, quando a diretoria resolveu mantê-lo após a derrota de virada para o Vitória, por 3 a 2, no Maracanã. Chegaram a ser realizadas algumas reuniões entre o presidente Peter Siemsen e Rodrigo Caetano.  A interferência do presidente da parceira Unimed-Rio, Celso Barros, no entanto, foi fundamental para que o treinador fosse mantido na ocasião.

Na oportunidade, a diretoria do Fluminense chegou a decidir pela demissão do treinador, mas voltou atrás após a interferência do patrocinador e por perceber a dificuldade de se mexer no comando da equipe às vésperas de um clássico com o Flamengo, no dia 3 de novembro. A sobrevida durou mesmo após a derrota por 1 a 0 para o rival, mas não seguiu após o terceiro revés consecutivo, para o Corinthians.

Vanderlei Luxemburgo chegou a admitir que pouco havia conseguido avançar no Fluminense e definiu o trabalho no clube como ruim. O treinador tem aproveitamento parecido com o do antecessor Abel Braga neste ano. O técnico conseguiu apenas 38% dos pontos disputados em 26 jogos. Foram sete vitórias, nove empates e dez derrotas na passagem do treinador pelas Laranjeiras.

Esta é a segunda vez que Vanderlei Luxemburgo é demitido em 2013. O treinador também foi dispensado pelo Grêmio em junho, após comandar o clube na Libertadores. O aproveitamento do comandante no time gaúcho neste ano foi de 52%, com 13 vitórias, oito empates e nove derrotas em 30 jogos.

BIRNER: "O TRABALHO RUIM DE LUXEMBURGO PODERIA SER PREVISTO"

Confira a nota oficial publicada no site do Fluminense:

"Por decisão do presidente Peter Siemsen, o técnico Vanderlei Luxemburgo não permanecerá no cargo de treinador do Fluminense. Já comunicado oficialmente pelo próprio mandatário tricolor, Vanderlei Luxemburgo deixa o comando do time nesta segunda-feira, 11.

O Fluminense agradece o empenho do treinador e de sua comissão técnica"

*Atualizada às 21h10

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos