STJD denuncia, e Palmeiras já espera perder mandos por danos ao Itaquerão

Danilo Lavieri e Guilherme Costa
Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Mattos/UOL

    Itaquerão já teve mais de 800 cadeiras quebradas desde a inauguração

    Itaquerão já teve mais de 800 cadeiras quebradas desde a inauguração

Veja Também

A procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) denunciou Corinthians e Palmeiras nesta quinta-feira (31) por causa das cadeiras quebradas em clássico disputado no domingo passado (27), no Itaquerão. As equipes podem perder até dez mandos de campo, e a diretoria alviverde já dá uma punição como certa.

O Palmeiras ainda não foi notificado pelo STJD sobre a denúncia. Quando isso acontecer, a diretoria alegará que assumiu os custos e que está tentando identificar os torcedores responsáveis. No entanto, a cúpula alviverde já conta com perda de mando de campo em partidas do Campeonato Brasileiro de 2014.

De acordo com comunicado oficial do STJD, Corinthians e Palmeiras foram denunciados pelas 258 cadeiras quebradas no setor de visitantes do Itaquerão. A procuradoria viu infração do artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

Ainda segundo o STJD, houve mais cadeiras quebradas enquanto os torcedores palmeirenses esperavam escolta policial para deixar o estádio. Eles foram acompanhados até a estação Dom Bosco da CPTM, de onde seguiram para a Barra Funda.

O STJD ainda se balizou em manifestações de torcedores palmeirenses em redes sociais. Comunicado oficial do tribunal lembrou que alguns se vangloriaram da depredação e pediu que a conta fosse passada a Paulo Nobre, presidente alviverde – por um acordo de cavalheiros, o Palmeiras havia se comprometido a bancar custos de itens quebrados pela torcida visitante no Itaquerão.

Além das 258 cadeiras, a torcida do Palmeiras quebrou um secador de mãos de um banheiro do Itaquerão. A lista foi aferida em vistoria na última segunda-feira, e a diretoria alviverde terá de desembolsar algo entre R$ 45 mil e R$ 50 mil.

O Palmeiras já começou a buscar os torcedores responsáveis pelos itens quebrados. Em nota oficial, a diretoria avisou que pretenderá cobrar deles os gastos pela depredação ao Itaquerão.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos