Elias esfria Flamengo e diz que deixar Corinthians é 'quase impossível'

Dassler Marques e Marinho Saldanha
Do UOL, em São Paulo

Elias esteve nos planos do Flamengo. O volante chegou a ser alvo de proposta do clube rubro-negro quando oscilava entre titularidade e reserva no Corinthians. Mas após a vitória sobre a Ponte Preta por 2 a 0, nesta quinta-feira (02), o jogador tratou de esfriar uma eventual saída e disse que é 'quase impossível' não seguir no clube. 

"Eu sempre disse que queria ficar aqui. Se o professor [Tite, técnico] não fosse contar comigo, teria me dito, sendo honesto como sempre foi. E ele sempre disse que queria contar comigo. Eu me sinto feliz aqui no Corinthians e transferência para outro clube dentro do Brasil é quase impossível. Se for algo irrecusável para mim e o clube, claro que vamos pensar, mas eu não vejo isso agora", afirmou o jogador que recuperou posto no time após a disputa da Copa América com a seleção brasileira.  

O Corinthians tinha, inclusive, interesse em aceitar a oferta flamenguista. Mas segundo o jogador, jamais houve intenção real da comissão técnica em liberá-lo. 

Em campo nesta quinta, ele foi importante. No primeiro tempo, marcou Renato Cajá, destaque do adversário. Saiu desgastado na etapa final. "Eu senti um pouco o desgaste da viagem. Não estava conseguindo acompanhar", explicou. "Estava cansado. Minha primeira função era marcar e acho que consegui fazer isso", completou. 

Sem ele, na etapa final, o time levou pressão, mas acabou definindo o jogo já nos acréscimos com gol de Vagner Love. Jadson havia feito o primeiro. 

Os três pontos conquistados deixam o Corinthians com 19, mesma pontuação do Atlético-PR, que ocupa o último posto no G-4. O próximo compromisso será diante do Goiás no estádio Serra Dourada. O jogo está marcado para domingo, às 16h (horário de Brasília).
 

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos