Argel deixa Independência discutindo com Victor e torcedores do Atlético-MG

Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte

  • Douglas Magno/AFP

    Victor discutiu com Argel Fucks, técnico do Figueirense, na noite deste sábado, no estádio Independência

    Victor discutiu com Argel Fucks, técnico do Figueirense, na noite deste sábado, no estádio Independência

Após a vitória do Atlético-MG sobre o Figueirense, por 1 a 0, no estádio Independência, na noite deste sábado (25), Argel Fucks discutiu com torcedores do mandante e o goleiro Victor. A atitude do treinador do time catarinense foi reprovada pelos atletas da equipe da casa. O próprio camisa 1 ironizou o comandante adversário ao falar sobre a situação, mas não se prolongou.

"Eu fui conversar com o Marcão (atacante do Figueirense), mas não vi nada demais. O problema é que o Argel acha que é jogador ainda. Ele discutiu comigo, com torcedor. Ele se acha torcedor também. Na verdade, ele pensa que é tudo, menos treinador de uma equipe de futebol", declarou Victor.

O ídolo atleticano não foi o único a avaliar a polêmica protagonizada por Argel. Além dele, o lateral direito Marcos Rocha também fez uma análise do episódio. O defensor atleticano chamou o técnico do Figueirense de "catimbeiro".

"Esperava (um jogo difícil). O Argel gosta do jogo pegado, catimbeiro. Ele ainda saiu falando para caralho no final do jogo. Ele povoou o meio de campo, tentou neutralizar nossa força técnica, marcando Rafael Carioca e Leandro Donizete", afirmou.

Esta é a segunda polêmica recente que envolveu o treinador do Figueirense. Após eliminar o Botafogo, pela Copa do Brasil, Argel Fucks ironizou torcedores do time do Rio de Janeiro e foi xingado por eles e também pelo vice-presidente de futebol botafoguense, Antonio Carlos Mantuano. O dirigente, inclusive, tentou agredir o comandante adversário na ocasião.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos