Goleiro rival faz milagre, e São Paulo empata contra Joinville

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo pretendia usar a 22ª rodada para entrar definitivamente no G-4 do Brasileirão, mas pode acabar sendo ultrapassado por três adversários na tabela, dependendo dos resultados do dia. Nesta quarta-feira (2), a equipe treinada por Juan Carlos Osorio visitou o vice-lanterna Joinville e foi surpreendida por uma boa atuação do time da casa, na Arena Joinville: 0 a 0. O lance mais importante do jogo aconteceu no último segundo da partida. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Pato na pequena área, o atacante desviou e viu o goleiro Agenor fazer excelente defesa. 

O Joinville acertou três vezes a trave e levou perigo em diversas ocasiões, principalmente no segundo tempo. Em três momentos do jogo exigiu defesas decisivas de Renan Ribeiro – o São Paulo jogou desfalcado de Rogério Ceni e outros nove jogadores.

Com o empate, o São Paulo foi a 35 pontos e permaneceu na briga pelo G-4, mas perdeu a oportunidade de iniciar uma sequência positiva após a vitória sobre a Ponte Preta no último sábado. O Joinville foi a 20 pontos e permanece na 19º e penúltima posição da tabela.

FICHA TÉCNICA
JOINVILLE 0 X 0 SÃO PAULO

Local: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data: 2 de setembro de 2015
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski (PR)
Assistentes: Fabrício Vilarinho (GO) e Guilherme Dias Camilo (MG)

Cartões amarelos: Kempes, Guti, Edson Ratinho, Marcelinho Paraíba (Joinville) /  Pato, Wesley, Thiago Mendes, Edson Silva, Renan Ribeiro (São Paulo)

JOINVILLE:  Agenor; Mario Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Diego; Naldo, Fabrício (Darnlei), Kadu (Kempes) e Edson Ratinho; Marcelinho Paraíba e Edigar Junio (Silvinho). Técnico: PC Gusmão.

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Lyanco, Edson Silva e Reinaldo (Matheus Reis); Thiago Mendes, Wesley e Ganso; Michel Bastos (Daniel), Wilder Guisao (Centurión) e Alexandre Pato. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Veja os melhores momentos da partida

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO primeiro tempo mostrou um festival de passes errados - foram 30 de cada time -, mas também jogadas perigosas. O São Paulo chegou com perigo em duas oportunidades, e viu o Joinville também ficar muito perto de marcar no fim da etapa inicial. Com muitos desfalques na defesa, os principais erros do São Paulo foram na saída de bola. Muitos passes errados e bolas entregues ao adversário - algumas criaram situações de gol. Aos 19 minutos, Pato fez grande jogada pela ponta esquerda, mas cruzou rasteiro sem precisão para Ganso. A bola passou e encontrou Wilder Guisao na outra ponta da área. O colombiano finalizou, contou com o desvio, e viu a bola bater no travessão. No fim do primeiro tempo, o Joinville chegou com Edgar Junio, que cabeceou e viu a bola bater nas duas traves antes de ser tirada da área. O São Paulo respondeu com Michel Bastos, que recebeu belo passe de Wesley, ficou cara a cara com Agenor, mas errou a finalização, para fora, rente à trave.
  • Segundo tempoApós o intervalo o primeiro lance de perigo foi do São Paulo, e nos pés de Paulo Henrique Ganso. O meia recebeu na entrada da área e finalizou firme, rasteiro, mas novamente Agenor fez boa defesa. Aos 15 minutos da segunda etapa, Osorio promoveu o retorno de Centurión, que entrou no lugar de Wilder. Logo em seus primeiros minutos o argentino tentou criar algumas jogadas de perigo, mas não conseguiu sucesso. Na sequência, o Joinville mais uma vez parou na trave: Edigar Junio finalizou, a bola bateu na trave, e na sobra Kempes finalizou, exigindo defesa que quase acabou em falha de Renan Ribeiro - o goleiro são-paulino caiu para defender o chute rasteiro, mas a bola acabou passando por cima dele, com efeito, e saiu para escanteio. A pressão do Joinville aumentou ainda mais no fim. Renan Ribeiro foi obrigado a fazer grande defesa a queima-roupa e na sobra viu Marcelinho Paraíba finalizar por cima do gol - houve desvio da defesa são-paulina, mas o árbitro deu tiro de meta. Osorio ainda aproveitou para promover a estreia do meia Daniel, após um ano parado devido a duas cirurgias no joelho. No fim, porém, foi o time da casa que pressionou muito mais. No último lance do jogo, Agenor se consagrou definitivamente como herói ao impedir gol de Pato, que finalizou na pequena área após sobra de escanteio.

Destaques

  • Dez desfalquesO São Paulo de Juan Carlos Osorio chegou ao confronto com dez desfalques. As principais baixas foram no sistema defensivo. Além de Rogério Ceni, os zagueiros Luiz Eduardo, Lucão e Breno estão lesionados. Rodrigo Caio serve à seleção olímpica. O lateral esquerdo Carlinhos também trata um trauma muscular. Mais à frente, o volante Hudson cumpriu suspensão e Luis Fabiano permanece em tratamento por lesão na coxa. O goleiro reserva Denis e o atacante Alan Kardec ainda se recuperam após cirurgias no ombro e no joelho, respectivamente.
  • Pato e Wesley fora no sábadoAlexandre Pato não poderá defender o São Paulo no próximo sábado, contra o Internacional. O atacante recebeu o terceiro amarelo no jogo desta quarta-feira contra o Joinville e terá de cumprir suspensão contra o clube que o formou como jogador de futebol. O mesmo aconteceu com o volante Wesley, que recebeu o terceiro amarelo e não poderá jogar contra o Inter.

Melhores notas

  • Joinville
  • São Paulo
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
6
8,3
Marcelinho Paraíba
5
7,8
Daniel
 
2
7,7
Agenor
1
7,7
Alexandre Pato

Próximos Jogos - Joinville

  1. Atlético-PR CAP
    Joinville JEC
  2. Joinville JEC
    Chapecoense CHA
  3. Corinthians COR
    Joinville JEC
  4. Joinville JEC
    Sport SPT

Próximos Jogos - São Paulo

  1. São Paulo SPA
    Internacional INT
  2. Santos SAN
    São Paulo SPA
  3. Grêmio GRE
    São Paulo SPA
  4. São Paulo SPA
    Chapecoense CHA
  5. São Paulo SPA
    Vasco VAS

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos