Com um a mais, Ponte passeia em Campinas e vence Corinthians com golaço

Do UOL, em São Paulo

A Ponte Preta passeou no Moisés Lucarelli na tarde deste sábado. Com um a mais desde o começo do jogo (Balbuena foi expulso aos 18min) e melhor em campo desde o apito inicial, o time de Eduardo Baptista dominou o Corinthians durante os 90 minutos e, com gols de Roger e Clayson (um golaço), venceu o duelo – que abriu a 22ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro – pelo placar de 2 a 0.

Com a derrota, o Corinthians não só perde a chance de assumir (ao menos temporariamente) a liderança do Campeonato Brasileiro como, estacionado nos 37 pontos, pode até deixar o G-4 dependendo dos resultados dos jogos de Flamengo (37), Santos (36) e Grêmio (35). A Ponte Preta, por sua vez, chega a 34 pontos e fica ainda mais perto do pelotão de cima.

O Corinthians agora deixa de lado o Campeonato Brasileiro e volta a pensar na Copa do Brasil, competição pela qual enfrenta o Fluminense na próxima quarta-feira, no estádio Edson Passos, às 21h45, no primeiro jogo das oitavas de final. Já a Ponte tem mais de uma semana até o próximo compromisso: 7 de setembro, contra o Flamengo, fora, pela 23ª rodada da Série A.

Roger faz de tudo na Ponte Preta

Robson Ventura/Folhapress

Capitão da Ponte Preta, o experiente atacante Roger foi quem mais deu trabalho à frágil defesa do Corinthians. Ele já havia perdido duas boas chances (a primeira clara, que parou nas mãos de Cássio), mas aos 35min abriu o placar após bola mal desviada por Cristian. Fora o gol, cavou a expulsão de Balbuena, fez bem o papel de pivô, criou oportunidades e participou de quase todos os ataques da Ponte.

Dupla de sucesso em 2009 decepciona

Com a saída de Bruno Henrique para o Palermo, o reserva Cristian ganhou uma chance como titular no time do Corinthians e reeditou a dupla de sucesso com Elias, do time de 2009. Mas neste sábado, os volantes renderam bem abaixo do esperado. Cristian, aliás, falhou no primeiro gol da Ponte Preta ao cabecear a bola para trás e deixa-la nos pés do artilheiro Roger.

Balbuena deixa Corinthians com um a menos

 

O novo esquema montado por Cristóvão Borges (4-1-4-1, com Marlone e Cristian como novidades) precisou ser desmontado logo no início do jogo. Isso porque Balbuena segurou Roger na meia-lua – em lance que o atacante ficaria cara a cara com Cássio – e recebeu o cartão vermelho do juiz Luiz Flávio de Oliveira, aos 18min de jogo. Após a expulsão, o técnico corintiano optou por sacar Guilherme e recompor a zaga com Pedro Henrique. Já no intervalo, Cristóvão tentou Romero no lugar de Marquinhos Gabriel, e pouco depois promoveu a entrada de Lucca (na vaga de Rodriguinho). Mas nada adiantou.

Ponte Preta domina Corinthians. E não só após expulsão

Denny Cesare/Estadão Conteúdo

O Corinthians não conseguiu sequer uma chance de perigo na partida - a primeira e única defesa de Aranha no jogo só veio aos 46min do segundo tempo. E não só por conta da expulsão de Balbuena, aos 18min. Antes mesmo do cartão vermelho do zagueiro, a Ponte já vinha dominando o adversário e criado uma série de oportunidades claras de gol. E, de tanto, pressionar, conseguiu abrir o placar aos 35min. Na etapa final, o domínio pontepretano continuou, e veio mais, com um golaço de Clayson.

Protesto da torcida corintiana

Irritados com a atuação do time, torcedores do Corinthians cobraram dirigentes em frente a um camarote do Moisés Lucarelli e entoaram gritos de 'time sem vergonha'.

Mais uma vítima no Moisés Lucarelli

A Ponte Preta não sabe o que é perder dentro do Moisés Lucarelli desde 22 de junho, quando foi goleada pelo Cruzeiro (4 a 0) em jogo da décima rodada do Campeonato Brasileiro. Desde então, foram cinco vitórias e um empate, incluindo o triunfo deste sábado.

Pontapé inicial mais que especial

Ídolo da Ponte Preta e maior artilheiro da história do clube campineiro, com 155 gols em 581 jogos, o ex-jogador Dicá foi o responsável pelo pontapé inicial da partida no Moisés Lucarelli. O Mestre Dicá, como também é conhecido, foi homenageado por um motivo bastante especial: há exatos 50 anos, ele fazia a sua primeira partida pela Ponte Preta. E para comemorar a data, foi lançada neste sábado uma camisa retrô inspirada no ex-jogador.

Blogueiros analisam derrota do Corinthians

Para o blogueiro Juca Kfouri, a Ponte Preta tirou o pé e poderia ter goleado o Corinthians no Moisés Lucarelli. Já André Rocha apontou Cristóvão Borges como principal culpado pelo resultado negativo e o desempenho do time alvinegro.

PONTE PRETA 2 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 27/08/2016 (sábado)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Público: 8.259 pagantes
Renda: R$ 229.720,00
Cartões amarelos: Roger e Clayson (Ponte Preta); Romero (Corinthians)
Cartão vermelho: Balbuena (Corinthians)
Gols: Roger, aos 35min do primeiro tempo, e Clayson, aos 5min do segundo tempo

PONTE PRETA
Aranha; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; Abuda (Matheus Jesus), Wendel, Rhayner (Léo Cereja), Thiago Galhardo e Clayson; Roger (William Pottker)
Técnico: Eduardo Baptista

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Cristian, Elias, Marquinhos Gabriel (Romero), Rodriguinho (Lucca) e Marlone; Guilherme (Pedro Henrique)
Técnico: Cristóvão Borges



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos