Sport empata com lanterna América-MG e seca Inter para se livrar de queda

Do UOL, em São Paulo

Um empate contra um time que já está rebaixado e que ocupa a última posição não tem apenas notícias ruins. Foi isso que o Sport aprendeu neste sábado (26), em Belo Horizonte, depois de uma igualdade por 2 a 2 com o América-MG em duelo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro de 2016. O resultado levou os pernambucanos a 44 pontos e pode representar o fim do risco de queda para a segunda divisão se o Internacional não vencer o Cruzeiro no domingo (27), em Porto Alegre.

Com o empate, o Sport agora tem cinco pontos de vantagem para o Internacional. A única chance de cair para a segunda divisão é perder para o já rebaixado Figueirense na última rodada, em Recife, e os gaúchos vencerem duas vezes (além do Cruzeiro, a equipe colorada enfrentará o Fluminense). "Não fizemos nossa parte hoje [sábado], mas ainda dependemos apenas das nossas forças. Temos um jogo difícil em casa, mas podemos nos preparar para isso", disse o zagueiro Ronaldo Alves ao canal fechado "Premiere FC".

América-MG deixa boa impressão em despedida

Já rebaixado, o América-MG jogou por um objetivo nobre neste sábado: deixar uma última impressão positiva para a torcida, que viu o time como mandante pela última vez na primeira divisão de 2016. Além de ter conseguido um empate, o que não foi suficiente para sair da lanterna, o time mineiro virou uma partida pela segunda vez na temporada. Nas últimas cinco apresentações em seus domínios, foram quatro vitórias e uma igualdade.

"O objetivo era ganhar. Caímos de cabeça erguida. Estamos totalmente estruturados e temos totais chances de voltar no ano que vem. O América-MG faz um trabalho muito sério e merece estar na primeira divisão", disse Danilo Barcelos, autor de um dos gols da equipe da casa.

Quem jogava em casa, mesmo?

A despeito de o jogo ter sido disputado no estádio Independência, foi o Sport que se comportou como dono da casa no início. Os pernambucanos pressionaram a saída de bola do América-MG e foram soberanos no começo do confronto.

A pressão do Sport funcionou logo aos 11min. Renê roubou uma bola na esquerda e rolou na frente para o costarriquenho Rodney Wallace, que teve tranquilidade para levar a bola até o fundo e tocar cruzado para as redes.

A homenagem é minha, mas o presente é seu

O volante Leandro Guerreiro, 38, foi homenageado pelo América-MG neste sábado. O jogador tem contrato com a equipe mineira até o fim de dezembro e foi avisado pela diretoria na sexta-feira (25) que o vínculo não será renovado. Por isso, em sua última partida diante da torcida, usou a camisa 147 em alusão ao número de jogos pelo clube.

O único problema é que a última imagem de Leandro Guerreiro para os torcedores do América-MG não será nada positiva. Foi ele que perdeu a bola para o lateral esquerdo Renê aos 11min do primeiro tempo, no lance em que o Sport abriu o placar.

Leandro Guerreiro admite mágoa por decisão da diretoria

No intervalo, em entrevista ao canal fechado "Premiere FC", Leandro Guerreiro disse que a decisão de não renovar contrato com o América-MG foi apenas da diretoria. Capitão da equipe, peça fundamental no acesso de 2015 e no título mineiro deste ano, o meio-campista pretendia permanecer. "Foi contra a minha vontade. A diretoria me chamou e comunicou a decisão deles. Me disseram para procurar meu rumo e seguir minha vida", relatou o jogador.

Reação do América-MG acontece pelo alto

Foi a bola aérea o caminho escolhido pelo América-MG para construir a virada no segundo tempo. Aos 8min, Osman cruzou da direita e acertou a cabeça de Danilo Barcelos, que cabeceou na saída de Magrão. Dez minutos mais tarde, após escanteio cobrado por Danilo Barcelos da direita, Roger cabeceou pro meio e Michael, também de cabeça, fez o segundo.

Quando tudo parecia bem, América-MG fica com um a menos

Quatro minutos depois de ter virado o jogo, quando parecia melhor em campo, o América-MG ficou com um a menos. Em uma bola disputada na linha de fundo, Rodney Wallace empurrou Maktom, que reagiu com um tapa e foi expulso.

Com um a mais, Sport pressiona

Em desvantagem no placar e com 11 contra dez, o Sport passou a pressionar o América-MG. Isso fez com que grande parte do jogo ficasse concentrada no campo de ataque dos pernambucanos, com direito a uma grande defesa de João Ricardo aos 29min, numa finalização de Ronaldo.

Diego Souza decide mais uma vez

Principal jogador do Sport, o meia Diego Souza foi decisivo também neste sábado. O camisa 87 colocou a bola na cabeça de Ronaldo Alves aos 34min do segundo tempo, em cobrança de falta, e deu ao defensor a condição perfeita para fazer 2 a 2.

AMÉRICA-MG 2 X 2 SPORT

Gols: Rodney Wallace, aos 11min do primeiro tempo; Danilo Barcelos, aos 8min, Michael, aos 18min, Ronaldo Alves, aos 34min do segundo tempo
Cartões amarelos: Ernandes (América-MG), Matheus Ferraz (Sport), Vinícius Araújo (Sport)
Cartão vermelho: Maktom (América-MG)
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Rodrigo F. Henrique Correa e Dibert Pedrosa Moisés (ambos do RJ)

América-MG
João Ricardo; Cristian Sávio, Messias (Maktom), Roger e Ernandes; Leandro Guerreiro, Juninho, Tony e Danilo Barcelos (Gilson); Osman (Helder) e Michael
Técnico: Enderson Moreira

Sport
Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Renê; Ronaldo (Gabriel Xavier) e Rithely; Apodi (Everton Felipe), Diego Souza e Rodney Wallace; Luiz Ruiz (Vinicius Araújo)
Técnico: Daniel Paulista



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos