Criciúma perde pênalti, Vitória faz dois de cabeça e vence no Barradão

Do UOL, em São Paulo

Com dois gols de escanteio, ambos cobrados pelo argentino Escudero, o Vitória levou a melhor na noite desta terça-feira e superou o Criciúma por 2 a 1 em duelo disputado no Barradão, pela quinta rodada da Série B. Ramon e Guilherme Mattis, que fez a sua estreia com a camisa rubro-negra, foram os responsáveis pelos gols rubro-negros.

Com o resultado, o Vitória chega a nove pontos e assume temporariamente a sexta colocação da tabela, aproximando-se do G-4. O Criciúma, por sua vez, estaciona nos seis pontos, e fica com o décimo lugar.

Fases do jogo: Uma blitz do Vitória logo nos primeiros minutos. Em seu primeiro ataque, o time rubro-negro quase marcou após Flávio aproveitar cruzamento rasteiro da esquerda e finalizar na trave. O jogo permaneceu equilibrado – e quente – até os 34min, quando a equipe rubro-negra inaugurou o placar. Escudero cobrou escanteio e Ramon subiu mais alto que os defensores para mandar de cabeça para as redes. 1 a 0. Aos 45min, por pouco Elton não ampliou ao girar e finalizar, mas Luiz fez a defesa.

Na etapa final, o Vitória promoveu uma nova blitz nos primeiro minutos, com Rogério e Flávio, mas Luiz mais uma vez apareceu bem. Aos 7min, o Criciúma teve uma chance de ouro para deixar tudo igual no Barradão, mas Paulo Sérgio cobrou pênalti para fora. E aos 20min, o Vitória aproveitou mais um escanteio, outro cobrado por Escudero, para abrir ainda mais vantagem no placar. Desta vez, foi o estreante Guilherme Mattis quem mandou de cabeça para as redes. 2 a 0 Vitória e festa da torcida rubro-negra.

Porém, cinco minutos depois, o Criciúma 'voltou ao jogo' depois que Lucca deu lindo cruzamento para Paulo Sérgio, que dentro da pequena área e sem goleiro não desperdiçou. A partir daí, coube ao Vitória segurar o ataque do time catarinense. Conseguiu, e desta forma conseguiu mais um resultado positivo na Série B.

O melhor: Escudero. De volta ao time, comandou o meio-campo e foi o responsável pelas duas cobranças de escanteio que resultaram nos gols da vitória.

O pior: Wellington. Afobado demais, poderia ter sido expulso pelo árbitro ainda no primeiro tempo depois de um pisão na cara de Élton. Foi substituído logo após o intervalo.

Para lembrar:

Polêmica I. Com Elton no chão, Wellington, do Criciúma, deu com a sola da chuteira na cara do atacante rubro-negro, que ficou sangrando muito e precisou deixar o campo para ser atendido. Nem a falta foi marcada, em lance que o jogador poderia ter sido expulso.

Polêmica II. O pênalti a favor do Criciúma provocou reclamação por parte do time catarinense. Paulo Sérgio recebeu passe dentro da área driblou o goleiro e foi derrubado. Na sequência, Silvinho completou para as redes, mas o árbitro marcou o pênalti.

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos