Bahia vence na Fonte Nova, embola liderança da Série B e tira Vitória do G4

Do UOL, em São Paulo

Quatro times na liderança com 24 pontos conquistados. Esta é a Série B de 2015 após a 12ª rodada. E quem ajudou a embolar ainda mais a parte de cima da tabela foi o Bahia, que fechou a rodada na noite deste sábado com vitória de 1 a 0 sobre o Oeste, na Arena Fonte Nova, com gol do meia Tiago Real, o seu primeiro nesta edição da competição nacional.

A vitória tricolor contou com o dedo de Sérgio Soares, que resolveu barrar jogadores experientes como Souza e Wilson Pittoni para promover a entrada de jovens como Jacó e Yuri como titulares. E deu certo. O volante, um dos destaques da equipe sub-20 na Copa do Brasil da categoria, fez linda jogada e acabou sendo decisivo no lance do primeiro gol na Fonte Nova.

Com a vitória, o Bahia recupera a posição no G-4 e assume o terceiro lugar da tabela, inclusive tirando o arquirrival Vitória do grupo dos quatro melhores colocados. O time tricolor tem o mesmo número de pontos (24) e vitórias (7) que o líder Botafogo e o vice América-MG, mas fica atrás por conta do saldo de gols – tem sete, contra 13 do time carioca e oito da equipe mineira.

O Oeste, por sua vez, fica com a 14ª colocação da tabela, estaciona nos 13 pontos e fica a apenas dois da zona de rebaixamento.

Fases do jogo: O primeiro tempo foi totalmente do Bahia, a não ser por uma grande chance do Oeste nos acréscimos proveniente de uma falha na saída de bola. Fora isso, só deu Tricolor. A primeira boa chance veio logo aos 2min, com Jacó finalizando de dentro da área. A pressão seguiu e, aos 24min, saiu o gol. Yuri achou espaço na intermediária, foi avançando e deu lindo passe para Tiago Real, que finalizou de canhota no ângulo para abrir o placar. 1 a 0.

O Oeste voltou do intervalo jogando de igual para igual com o Bahia. Mas por pouco tempo. O time tricolor conseguiu dominar novamente a partida e teve uma grande chance aos 23min, mas o goleiro Jeferson fez duas grandes defesas e salvou a equipe de Itápolis de sofrer o segundo, em finalizações seguidas de Jacó e Eduardo. Com o passar do tempo, o Oeste, que precisava do gol, voltou a dar um pouco de trabalho para o Bahia. Mas não o suficiente.

O melhor: Yuri. Mostrou que pode ser titular mais vezes do Bahia. Teve atuação consciente no meio-campo, com bons lances, e ainda deu linda assistência para o gol de Tiago Real.

O pior: Fernandinho. Criou pouco, não agradou Roberto Cavalo e foi substituído ainda no primeiro tempo.

Para lembrar:

Inédito. Esta foi a primeira vez que Bahia e Oeste se enfrentaram na história da Série B.

Não gostou. Fernandinho, do Oeste, acabou substituído ainda na etapa inicial (37min) pelo técnico Roberto Cavalo e chutou a garrafa ao se dirigir ao banco de reservas.

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos