UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/copa-do-brasil/ultimas-noticias/2013/04/11/apos-empate-neymar-elogia-rival-mas-manda-recado-o-bicho-pega-na-vila.htm
  • Após empate, Neymar elogia rival, mas manda recado: "o bicho pega na Vila"
  • 26/07/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Neymar foi o responsável pelas assistências dos dois gols do Santos

Neymar foi o responsável pelas assistências dos dois gols do Santos

11/04/2013 - 00h23

Após empate, Neymar elogia rival, mas manda recado: "o bicho pega na Vila"

Do UOL, em Santos (SP)

O atacante Neymar amenizou uma possível apatia do Santos no empate contra o Flamengo-PI por 2 a 2, nesta quarta-feira, no estádio Albertão, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil. O craque santista preferiu elogiar o rival, mas avisou que o time do Piauí sofrerá no jogo de volta, na Vila Belmiro, na próxima quarta-feira.

“O Flamengo foi muito bem, está de parabéns. Não faltou nada não (faltou atitude?), eles estão de parabéns pelo jogo. Não ficamos devendo. Não estamos aqui para dar espetáculo, e sim para jogar de futebol”, afirmou Neymar, que enfatizou a força do estádio alvinegro.  

“Tem o segundo jogo, lá é o nosso caldeirão. Agora temos o segundo jogo na Vila Belmiro, em casa. Lá eles vão ver como o bicho pega”, completou.

Neymar demonstrou irritação na saída de campo ao explicar o empate contra o Flamengo-PI. O craque santista não gostou ao ser indagado sobre “falta de alegria”.

“Não sei por que você está perguntando isso (sem alegria). Tomei uma pancada, não é desculpa não. Não conseguimos. É continuar, levantar a cabeça, mudar o chip para o Paulista”, disse Neymar, que também não concordou sobre falta de espaços em campo. “Quem falou falta de espaço não entende de futebol, o campo é grande”, reclamou.

Neymar teve uma atuação apagada na etapa final, mas foi responsável pelas assistências dos dois gols do Santos no primeiro tempo. A primeira assistência dele foi de calcanhar para Giva, que ainda driblou o goleiro, deixou o zagueiro no chão e tocou de perna esquerda para abrir o marcador. Em seguida, o craque santista cruzou a bola na cabeça de Montillo, que fez 2 a 0.

Placar UOL no iPhone