Tite corneta arbitragem e ironiza fama de beneficiado do Corinthians

Gustavo Franceschini
Do UOL, em São Paulo

Veja Também

A arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro não passou despercebida pelos corintianos. Em entrevista coletiva, Tite cornetou o trio que comandou a partida e até ironizou a fama do clube de ser "queridinho" dos juízes no país.

"Quando a fase está ruim as coisas não se encaixam. Só uma coisa me deixa tranquilo... Fica aquele o Corinthians com a arbitragem, o Corinthians com a arbitragem, o Corinthians com a arbitragem. Só olha esse jogo", disse o treinador corintiano.

A maior crítica dos alvinegros é em relação ao gol mal anulado de Guerrero. Aos 14 minutos do primeiro tempo, o peruano se aproveitou de uma falha da defesa gremista e tocou para as redes de Dida. O árbitro anulou o lance alegando impedimento, mas o replay mostrou que ele estava na mesma linha de Pará.

Além disso, os corintianos não gostaram da maneira como o juiz conduziu o confronto. A torcida e os jogadores se irritaram com a suposta conivência de Ricardo Marques com a violência gremista, especialmente na etapa inicial. Apesar de alguns lances terem terminado de forma ríspida, ele só aplicou o primeiro cartão amarelo aos 44 minutos, para Danilo.

"Achei ele um pouco fraco, inseguro no jogo. No primeiro tempo o Grêmio fez faltas com critério de cartão, que ele deu no segundo tempo. Todo juiz tem esse costume. Para não acabar o jogo com sete em campo, ele só dá cartão no segundo tempo. Mas o certo não é isso", disse Roberto de Andrade, diretor de futebol do Corinthians.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos