Luis Suárez pede desculpas por ter ignorado Evra antes de clássico inglês

Do UOL, em São Paulo

  • Jon Super/AP

    Cena do entrevero entre os dois jogadores no sábado; atacante uruguaio disse estar arrependido

    Cena do entrevero entre os dois jogadores no sábado; atacante uruguaio disse estar arrependido

A cena que correu o mundo no último sábado mexeu também com o protagonista dela. Um dia depois de não apertar a mão de Patrice Evra e ser muito criticado por isso, Luis Suárez desculpou-se por meio de uma nota no site oficial do Liverpool. O Manchester United, oficialmente, aceitou o fato e pediu para que todos seguissem em frente. 

"Eu cometi um erro e me arrependo do que aconteceu. Eu devia ter apertado a mão do Patrice Evra antes do jogo e me desculpo pela minha ação. Eu quero colocar isso no passado e me concentrar em jogar futebol", disse Suárez.

"Nós estamos extremamente desapontados com Suárez por ele não ter apertado a mão de Evra. Ele nos disse que iria cumprimentá-lo, mas em cima da hora mudou de opinião. Ele estava errado em nos falar algo errado e em não oferecer a mão a Evra. Ficou bem claro para ele que esse comportamento é inaceitável", disse Ian Ayre, diretor do Liverpool. 

O problema entre os dois é antigo e muito maior que um simples aperto de mãos. No primeiro turno do Campeonato Inglês, o uruguaio e o francês estavam em campo no encontro entre Liverpool e Manchester United. Em uma discussão de jogo, Evra acusou Suárez de tê-lo ofendido com insinuações racistas.

CONFIRA LUIS SUAREZ IGNORANDO EVRA

O uruguaio sempre negou, mas acabou pegando um gancho de oito jogos por conta do incidente. No último sábado, os dois voltaram a se encontrar no jogo de volta do Campeonato Inglês. Antes da partida, Evra estendeu a mão para cumprimentar Suárez, que o ignorou.

O atacante foi duramente criticado nas redes sociais. Alex Ferguson, técnico do Manchester, disse que ele é uma "desgraça" para o Liverpool. O primeiro-ministro inglês chegou a convocar uma reunião para discutir o racismo no futebol inglês.

Durante o intervalo, jogadores dos dois times tiveram de ser contidos pela polícia para que não brigassem no caminho para os vestiários. No fim, com a vitória do Manchester, Evra foi comemorar perto de Suárez, provocando o rival, o que gerou um novo empurra-empurra entre atletas das duas equipes.
 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos