Técnico do Chelsea diz que título histórico veio na loteria dos pênaltis

Das agências internacionais
Em Munique (Alemanha)

  • Alex Livesey/Getty Images

    "Quando vai para os pênaltis é uma loteria e tivemos mais sorte do que o Bayern", diz Di Matteo

    "Quando vai para os pênaltis é uma loteria e tivemos mais sorte do que o Bayern", diz Di Matteo

O técnico Roberto Di Matteo falou em sorte na conquista histórica do seu time, pela primeira vez campeão da Liga dos Campeões. A vitória sobre o Bayern de Munique, em Munique, aconteceu nas cobranças de pênalti, por 4 a 3, depois de um empate por 1 a 1 no tempo regulamentar e na prorrogação.

"Foi para nós um triunfo histórico, é a primeira vez que ganhamos a Liga dos Campeões", declarou o ex-jogador italiano à TV alemão SAT 1.
"O Bayern jogou bem e teve muitas chances de gol. Quando vai para os pênaltis é uma loteria e tivemos mais sorte do que o Bayern", acrescentou.

O Chelsea atuou na retranca, mesma estratégia que deu certo contra o poderoso Barcelona nas semifinais. Aos 37 min do segundo tempo, Thomas Müller abriu o placar, o que parecia ser o gol do pentacampeonato do Bayern.

A equipe de Londres foi obrigada a abrir mão da postura defensiva e, no tudo ou nada, empatou aos 43 min, gol de Drogba. Na prorrogação, o goleiro Peter Cech defendeu um pênalti de Robben. 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos