Oscar recebe elogios de técnico do Chelsea, mas preocupa após sofrer entrada dura

Das agências internacionais
Em Londres (Inglaterra)

  • AP Photo/Lefteris Pitarakis

    Oscar fez os gols do Chelsea no empate por 2 a 2 com a Juventus na Liga dos Campeões

    Oscar fez os gols do Chelsea no empate por 2 a 2 com a Juventus na Liga dos Campeões

Oscar disputou seu primeiro jogo pela Liga dos Campeões, mas não se intimidou com a importância do torneio nem com o peso de enfrentar um adversário forte como a Juventus. O meia fez os dois gols da equipe inglesa no empate por 2 a 2 no estádio Stamford Bridge e ganhou elogios de Roberto di Matteo, treinador do clube londrino.

O próprio jogador revelou que não costuma chutar da forma como se viu no segundo gol. "Os gols foram maravilhosos e me sinto orgulhoso por eles. No segundo, tentei tocar antes de Pirlo e chutei. Não faço gols desse tipo, mas desta vez deu certo", explicou.

O jogo desta quarta já era especial para o brasileiro, que foi titular do Chelsea pela primeira vez. Os gols marcados por Oscar também foram os primeiros dele com a camisa do atual vencedor da Liga dos Campeões – o segundo foi o mais bonito, com um drible sobre Pirlo e um chute colocado no ângulo de Buffon.

"Começamos bem e foi um belo gol do Oscar. Foi uma decisão acertada escalá-lo como titular nesta partida. Jogamos bem taticamente e o segundo gol foi maravilhoso. A Juventus é um time de primeira classe, muito difícil de ser batido e que também teve uma boa atuação", elogiou Di Matteo.

Os comentários positivos não pararam por aí. "Precisamos de um pouco de tempo para trabalhar com ele, já que Oscar esteve com a seleção brasileira por um longo período. Foi o momento certo para ele começar um jogo na Liga dos Campeões. É ótimo ter um jogador da qualidade dele conosco. Oscar é um grande talento, tem um pouco de tudo e, aos 21 anos, já está estabelecido na seleção. Temos sorte por contarmos com ele", disse o técnico.

Oscar deixou o campo aos 30min do segundo tempo após sofrer uma entrada dura de Bonnucci. O treinador do Chelsea demonstrou preocupação com o meia, que será avaliado na quinta-feira para saber suas reais condições. "Foi uma entrada dura. Ele levou uma pancada forte", disse o italiano.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos