Atlético-PR e Coritiba começam a decidir título, na primeira final em 4 anos

Do UOL, em Curitiba

  • Divulgação/Paraná Clube

    Estádio da Vila Capanema, do Paraná Clube, irá receber seu segundo Atle-Tiba em 2012

    Estádio da Vila Capanema, do Paraná Clube, irá receber seu segundo Atle-Tiba em 2012

Depois de quatro anos, Atlético-PR e Coritiba voltam a se enfrentar em uma final de Campeonato Paranaense. Os grandes rivais do Estado entram em campo neste domingo, a partir das 16h, na Vila Capanema, para a primeira partida da decisão que apontará o campeão de 2011.

A última final aconteceu em 2008 e o Coritiba se sagrou campeão, mesmo com um derrota por 2 a 1 na Arena da Baixada. Nos dois anos seguintes, o campeonato foi decidido por pontos corridos. Em 2011,  já com a nova fórmula, o Coritiba venceu os dois turnos e foi campeão direito, sem necessidade de final.

O Coxa busca o tricampeonato, algo que não obtém há 39 anos. O Furacão tenta interromper a série de títulos do rival.

Por um detalhe do regulamento, um hipotético vencedor do clássico desde domingo levará para o segundo jogo apenas a vantagem de jogar por um empate. A fórmula não privilegia o saldo de gols. Se, no jogo de volta, o derrotado vencer por qualquer placar, a decisão irá para os pênaltis.

"Esse regulamento dificulta, mas pra quem quer ser campeão, tem que passar por esse obstáculo, e nós vamos passar", comentou o zagueiro Emerson, do Coritiba.

Ambos os times entram bastante confiantes em campo, pelas boas performances na Copa do Brasil, no meio de semana. O Atlético derrotou o Cruzeiro por 1 a 0, na Vila Capanema, e ficou em vantagem para o segundo jogo. O Coxa também venceu. Fez  1 a 0 no Paysandu, fora de casa e já assegurou a vaga para as quartas-de-final.

A Copa do Brasil, porém, trouxe prejuízo para o Atlético, que teve dois jogadores lesionados. O lateral-direito Gabriel Marques sofreu uma luxação no ombro direito e não joga o clássico. O atacante Edigar Junio também deixou o jogo machucado, com uma entorse de tornozelo, e é dúvida.

Além disso, o time não contará com o atacante Guerrón, que foi suspenso pelo TJD-PR, por sua expulsão no último Atle-Tiba, há duas semanas. Com isso, o time rubro-negro está bastante indefinido e Carrasco só irá anunciar a escalação pouco antes do jogo.

O técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, tem menos dúvidas, mas também não adiantou a formação que começa jogando. Em princípio, o time não deverá ser muito diferente do que enfrentou o Paysandu, com exceção do retorno do meia Lincoln, que foi poupado na Copa do Brasil.

No sábado, a volta de Rafinha também passou a ser uma possibilidade. Ainda se recuperando de uma lesão de tornozelo, o meia foi relacionado pelo técnico e poderá ser a grande surpresa no time alviverde.

ATLÉTICO-PR X CORITIBA

Data: 06/05/2012 (domingo)
Local: Estádio Durival de Britto e Silva, em Curitiba
Horário: 16h
Árbitro: Evandro Rogério Roman.
Assistentes: José Carlos Dias Passos e Moisés Aparecido de Souza.

Atlético-PR
Vinicius, Pablo (Renan Oliveira), Manoel, Bruno Costa e Héracles; Deivid, Paulo Baier e Martin Ligüera; Marcinho (Bruno Furlan), Bruno Mineiro,  e Ricardinho (Edigar Junio)
Técnico: Juan Ramon Carrasco

Coritiba
Vanderlei; Gil, Emerson, Demerson e Lucas Mendes; Júnior Urso, Tcheco, Lincoln e Everton Ribeiro; Anderson Aquino (Rafinha) e Roberto.
Técnico: Marcelo Oliveira



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos