UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulista/ultimas-noticias/2013/03/28/nobre-avisa-que-goleada-nao-muda-planos-e-respalda-kleina-ate-o-fim-do-ano.htm
  • Nobre avisa que goleada não muda planos e respalda Kleina até o fim do ano
  • 01/08/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, conversa com o presidente Paulo Nobre (de social)

Técnico do Palmeiras, Gilson Kleina, conversa com o presidente Paulo Nobre (de social)

28/03/2013 - 16h26

Nobre avisa que goleada não muda planos e respalda Kleina até o fim do ano

João Henrique Marques
Do UOL, em São Paulo

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, falou pela primeira vez após a goleada de 6 a 2 sofrida pelo time contra o Mirassol, na noite de quarta-feira. O mandatário justificou a decisão pela permanência de Gilson Kleina, e ainda avisou que o treinador tem a confiança da diretoria para seguir no cargo até o fim do ano.

“Como falei no começo do ano, ele vai ser avaliado como um todo na temporada. Não é uma em uma derrota ou outra que faremos avaliação”, destacou Nobre em coletiva na Academia de Futebol na tarde desta quinta-feira.

“Não vamos tirar um técnico e mudar todo nosso plano. A responsabilidade que tenho como  presidente é muito grande, e vou lutar para seguir com esse trabalho”, complementou.

O diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, também participou da coletiva de argumentação da direção do alviverde, e disse que o clube se preocupou em ser diferente da grande maioria ao manter o treinador no comando mesmo após uma goleada vexatória.

“Estamos saindo da mesmice de sempre que se perde trocar de treinador. Estamos pensando em um rendimento no total. Ele fica com a gente pelo nosso planejamento”, disse Brunoro.

O dirigente avisa que a decisão não passa pelo problema de pagar multa rescisória ao treinador em caso de demissão. Kleina tem contrato com o Palmeiras até o fim do ano.

“Momento atual isso (multa) não pesa. Em 11 partidas (no Paulista), ele tem uma derrota. Então é hora de olharmos o retrospecto, nada de parte financeira. Estamos de olho no rendimento do time no campeonato. Nada de dinheiro”, destacou o diretor executivo.

Ao fim da entrevista, Nobre ainda voltou a falar em planejamento traçado para o clube no ano, e novamente insistiu que o plano é ter Kleina no comando do time para a Série B do Campeonato Brasileiro. Só que desta vez, deixou claro que o treinador tem risco de demissão.

“Kleina é avaliado dentro de um plano, e se ele cumprir isso será o técnico da Série B. Traçamos o planejamento para o ano todo, e isso foi traçado com ele”, frisou.

“Não vou abrir qual foi nosso planejamento feito. Gostaríamos de estar melhor nas duas competições, mas as coisas estão andando dentro do que traçamos no início do ano”, endossou Nobre, sem querer especificar qual a estratégia desenvolvida para a temporada.

Minutos antes da entrevista, o presidente do Palmeiras foi ao campo de treino na Academia de Futebol acompanhado de Brunoro, o gerente de futebol, Omar Feitosa, e Gilson Kleina. Eles se reuniram com os goleiros Fernando Prass e Bruno por cinco minutos.

“Não pode faltar comprometimento e raça. O Prass e Bruno deixaram claro que o grupo tem vergonha na cara, está envergonhado, e vai lutar por reação”, disse Nobre.

CORNETA FC: PALMEIRAS CONFUNDE ESPORTE

Placar UOL no iPhone