UOL Esporte Futebol
 
19/04/2009 - 7h02

Relembre algumas brigas históricas entre jogadores

Do UOL Esporte
Em São Paulo
No último sábado, Diego Souza e Domingos foram protagonistas de uma briga que entrou para a história do futebol brasileiro. Durante o clássico Palmeiras x Santos, vencido pela equipe alvinegra por 2 a 1 no estádio do Parque Antarctica, os dois jogadores foram expulsos, e o palmeirense deu trabalho para ser contido pelos demais atletas. Mesmo assim, conseguiu escapar e agredir o zagueiro santista, que nada fez para se defender.

O UOL Esporte lembra abaixo mais quatro confusões que aconteceram em partidas entre equipes do futebol pentacampeão mundial.

1. Palmeiras x Santos - 2009

Dono de melhor campanha da 1ª fase do Paulista, o Palmeiras precisava derrotar o Santos em casa para ir à final. Com a derrota parcial por 2 a 1 da equipe alviverde, o meia Diego Souza ficou revoltado por ser expulso ao lado do zagueiro Domingos que o provocou. O jogador fingiu ir ao vestiário e voltou para dar uma rasteira no rival, que antes simulara uma agressão após ser empurrado.

2. Corinthians x Palmeiras - 1999

Um mês após o Palmeiras eliminar o Corinthians na Libertadores de maneira dramática, os dois time se encontraram na final. Após vencer o jogo de ida por 3 a 0, o time alvinegro empatava por 2 a 2 e estava a 20 minutos da taça. Foi quando Edílson fez as famosas 'embaixadas' para revolta dos rivais. Liderados por Paulo Nunes, começou uma briga generalizada, que encerrou o jogo mais cedo.

3. São Paulo x Palmeiras - 1994

Uma briga generalizada aconteceu no clássico Palmeiras x São Paulo, no Morumbi. Após dar uma entrada violenta em Euller, Edmundo é expulso. Juninho vai tirar satisfação e leva um tapa na cara do atacante palmeirense. Na seqüência, foi a vez de André Luís levar um soco de Edmundo e partir daí todos os jogadores entraram na briga. Seis atletas foram expulsos - 3 de cada time.

4. Grêmio x Palmeiras - 1995

Pela Copa Libertadores daquele ano, o volante Dinho, do Grêmio, e o meia Válber, do Palmeiras, foram protagonistas de uma briga no estádio Olímpico. O atrito entre os dois começou em campo, quando Dinho agrediu Válber, que revidou com um soco no nariz do gremista. Ambos foram expulsos e se encontraram atrás do gol para iniciarem uma nova confusão.

5. Grêmio x Internacional - 1969

A maior pancadaria de um Gre-Nal aconteceu em 1969, no clássico fez parte dos festejos de inauguração do Beira-Rio. Os gremistas queriam vingança por uma humilhação de 15 anos antes, quando foram goleados por 6 a 2 pelo Inter na abertura do Olímpico, em 1954. A briga começou depois que Urruzmendi, do Inter, atropelou Espinosa, Grêmio, que protegia o goleiro Alberto.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host