UOL Esporte Futebol
 
01/09/2010 - 17h05

Em casa, Daniel Alves diz que rival do Brasil é cópia tática do Barcelona

Carlos Padeiro
Em Barcelona (Espanha)
  • Daniel Alves aguarda chegada da seleção e diz que Barcelona B joga igual ao time principal

    Daniel Alves aguarda chegada da seleção e diz que Barcelona B joga igual ao time principal

Um dos poucos remanescentes da última Copa do Mundo na renovada seleção brasileira de Mano Menezes, o lateral-direito Daniel Alves será o anfitrião na semana de treinos que acontecerá em Barcelona.

Os 22 convocados se apresentam na quinta-feira e iniciam as atividades na sexta. No dia 7, acontece um jogo-treino contra o Barcelona B, equipe de baixo do poderoso clube catalão – disputa a segunda divisão do Campeonato Espanhol e estreou com vitória (2 a 1 sobre o Celta, fora de casa), no último fim de semana.

Alves avalia o confronto como um bom teste. “Enfrentaremos jogadores de qualidade, que jogam com a mesma formação tática do time principal. Vai ser um belo jogo”, opinou o astro do Barça. “Considero um período de treinos de muita utilidade para convivermos e conhecermos melhor o trabalho do Mano.”

Apesar de ser uma data Fifa, em que os clubes europeus param para as seleções entrarem em campo, a CBF não conseguiu marcar uma partida oficial. A Argentina, por exemplo, disputará um amistoso contra a Espanha, atual campeã mundial.

Os treinos serão realizados na Ciudad Deportiva, o centro de treinamento do Barcelona. O lateral brasileiro conhece bem o território, já que defende o time espanhol desde 2008. “É uma ótima experiência estar na minha casa, onde já participei de jogos espetaculares”, comentou o baiano, natural de Juazeiro.

Sem vida de celebridade

Na tarde desta quarta, Daniel Alves concedeu entrevista no Camp Nou e procurou evitar o contato com os fãs, que participavam de um tour pelo estádio e tiravam fotos. Apenas acenou timidamente de longe.

O brasileiro até dá dicas de turismo pela cidade catalã, entretanto procura evitar o lado celebridade no seu dia a dia. “Não gosto que me tratem como jogador de futebol. Gosto que me tratem como uma pessoal normal”, afirmou o atleta de 27 anos.

“Não saio muito aqui. É complicado, porque junta muito torcedor em volta. Procuro passear mais com a minha esposa. Mas posso recomendar coisas maravilhosas, depende do gosto dos outros jogadores”, apontou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host