UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2011/10/08/sem-inspiracao-brasil-faz-o-suficiente-e-vence-costa-rica-com-gol-de-neymar.htm
  • Sem inspiração, Brasil faz o suficiente e vence Costa Rica com gol de Neymar
  • 23/10/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Jogadores da seleção brasileira comemoram após Neymar abrir placar contra Costa Rica

Jogadores da seleção brasileira comemoram após Neymar abrir placar contra Costa Rica

08/10/2011 - 00h54

Sem inspiração, Brasil faz o suficiente e vence Costa Rica com gol de Neymar

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A seleção brasileira pouco fez para vencer a Costa Rica na madrugada deste sábado. Mesmo com dificuldades para atacar, o time de Mano Menezes garantiu a vitória no amistoso por 1 a 0, com gol de Neymar, o 8º do astro santista em 14 jogos. Com um futebol pouco produtivo, a equipe jogou o suficiente durante os 90min para garantir o resultado no Estádio Nacional de San José.

A primeira etapa foi péssima para a seleção, que só teve uma chance no ataque e problemas para organizar o jogo. Lucas e Luiz Gustavo foram as vítimas e acabaram substituídos por Mano Menezes no intervalo. O esquema que deu certo no jogo contra a Argentina, em Belém, falhou. Ronaldinho Gaúcho e Neymar só foram notados nos momentos em que receberam faltas dos adversários.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
3min – Fred recebe na cara do goleiro da Costa Rica, mas chuta para fora a única chance do Brasil na etapa.
SEGUNDO TEMPO
2min – Miller arrisca chute de fora da área e assusta Julio Cesar, que vê a bola passar à esquerda de seu gol.
14min – GOL DO BRASIL – Daniel Alves recebe de Ronaldinho na lateral direita e cruza. Fred passa pela bola e Neymar completa para as redes.
26min – Fred cabeceia e goleiro da Costa Rica tira em cima da linha. Na sequência, Neymar chuta de fora da área e acerta a trave.

Com a chance de começar o jogo após ser reserva de Borges em Belém, Fred teve a única chance da seleção no primeiro tempo. O camisa 9, no entanto, falhou na finalização. Jogada recorrente na primeira metade da etapa inicial, o escanteio era sempre de Ronaldinho Gaúcho. Em uma dessas cobranças, Thiago Silva e David Luiz mostraram que ainda precisam de entrosamento.

Os zagueiros tentaram confundir a marcação costarriquenha, mas se chocaram durante a movimentação. O jogador do Milan ficou no chão, precisou de atendimento médico, mas voltou ao gramado. Enquanto isso, a Costa Rica tocava a bola e tinha o comando das ações sobre a seleção brasileira, que não conseguia assustar.

Com dificuldades para sair com a bola para o campo de ataque, o Brasil se limitava aos chutões de Julio Cesar. Quando Ralf e Luiz Gustavo tinham essa chance, a transição ficava lenta e não chegava aos pés de Ronaldinho Gaúcho. Para completar, os laterais Adriano e Fábio não se arriscaram no ataque. Com isso, Neymar e Lucas ficaram apagados nos 45min iniciais.

Insatisfeito com a produtividade do seu time, Mano mudou no intervalo. Hernanes entrou para o lugar de Luiz Gustavo. Lucas cedeu o seu lugar para Oscar. O Brasil, no entanto, não melhorou com o novo esquema e levou certa pressão dos donos da casa.

OPINIÃO DE JUCA KFOURI

Dormindo na Costa Rica (ou Irritando Pacheco)

Lesionado, um tímido Fábio deu lugar a Daniel Alves. O lateral do Barcelona entrou bem e mudou o jogo logo em sua primeira participação efetiva. Neymar aproveitou cruzamento para abrir o placar. O gol deu um pouco mais de ânimo aos brasileiros, que ocuparam mais tempo no ataque.

Com um ataque totalmente modificado, o time mostrou melhor toque de bola até o ponto de irritar os costarriquenhos. Mora fez falta violenta no atacante Jonas e foi expulso da partida. Em vantagem no placar e no número de atletas em campo, o Brasil controlou o jogo e garantiu uma vitória sem brilho.

BRASIL 1 x 0 COSTA RICA

Brasil
Julio César (Jefferson); Fábio (Daniel Alves), Thiago Silva, David Luiz e Adriano; Ralf, Luiz Gustavo (Hernanes) e Ronaldinho Gaúcho; Lucas (Oscar), Neymar (Hulk) e Fred (Jonas).
Técnico: Mano Menezes

Costa Rica
Navas; Mora, Umaña, Miller e Díaz; Azofeifa, Barrantes (Cubero), Bolaños (Hernandez) e Oviedo (Madrigal); Parks (Joel Campbell) e Saborío
Técnico: Jorge Luis Pinto

Data: 07/10/2011 (sexta-feira)
Local: Estádio Nacional da Costa Rica, em San José (CRC)
Árbitro: Walter López (Guatemala)
Gol: Neymar aos 14 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Azofeifa e Saborío (Costa Rica) e Neymar, Oscar e Daniel Alves (Brasil)
Cartão vermelho: Mora (Costa Rica)

Placar UOL no iPhone