UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/04/12/leilao-em-sao-paulo-oferece-reliquias-de-pele-a-partir-de-r-35-mil.htm
  • Leilão em São Paulo oferece relíquias de Pelé a partir de R$ 3,5 mil
  • 02/10/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Bola de final da Copa de 1962 assinada por Pelé é atração em leilão em São Paulo

Bola de final da Copa de 1962 assinada por Pelé é atração em leilão em São Paulo

12/04/2012 - 12h00

Leilão em São Paulo oferece relíquias de Pelé a partir de R$ 3,5 mil

Bruno Freitas
Do UOL, em São Paulo

Um leilão programado para acontecer em São Paulo irá oferecer a compradores em potencial relíquias ligadas à vivência de Pelé como jogador de futebol. Os fãs da lenda da seleção brasileira podem sonhar com uma bola ou camisa do Rei se estiverem dispostos a gastar, de início, R$ 3.500.

  • Divulgação

    Foto de 1998 é peça de Pelé com lance inicial mais alto no leilão em São Paulo: R$ 10 mil

Serão três objetos ligados a Pelé que estarão disponíveis no leilão do Salles & Von Brusky Escritório de Arte.

O mais antigo deles é a bola usada na final do Mundial de 1962, no jogo entre Santos e Benfica. A relíquia em couro com autógrafo do ex-jogador pertence ao colecionador Raul Carvalho e tem lance inicial de R$ 8.500.

Também estará disponível uma das camisas usadas por Pelé durante a Copa de 1970, no México. O exemplar em questão, de propriedade do jornalista Zildo Dantas, foi a campo na vitória por 1 a 0 sobre a Inglaterra, na primeira fase do Mundial. É o objeto com preço inicial de arremate mais acessível, estipulado em R$ 3.500.

Por fim, o leilão da Salles & Von Brusky procurará interessados em uma foto de Pelé datada de 1998, em que o "Rei do Futebol" aparece em "posição romana", de perfil e com louros na cabeça. A imagem em preto e branco, de dimensões 110 cm x 110 cm, do fotógrafo Márcio Scavone, tem lance inicial de R$ 10 mil.

"O forte da casa são obras de arte. Teremos objetos raros, prataria e mobiliária dos séculos 16, 17 e 18, arte oriental, objetos em mármore. Mas o Brasil é o país do futebol, e as peças ligadas ao Pelé também chamam atenção", diz Ricardo Von Brusky, um dos organizadores do leilão.

"São mais colecionadores do que curiosos. Tenho um amigo que tem 20 bolas autografadas", afirma o organizador do leilão, sobre o perfil dos compradores de artigos ligados à história e arte do esporte.

As obras ficarão em exposição de 14 a 22 de abril, das 11h às 21h, na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1935, em São Paulo. O leilão acontece no mesmo local, entre os dias 23, 24, 25 e 26. Os objetos ligados a Pelé aparecerão na primeira noite da programação.

Placar UOL no iPhone