UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/04/12/marcelinho-paraiba-volta-a-ser-indiciado-por-caso-de-estupro-em-seu-sitio-em-campina-grande.htm
  • Marcelinho Paraíba volta a ser indiciado por acusação de estupro na Paraíba
  • 28/08/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Marcelinho Paraíba, do Sport, em novembro do ano passado, ao ser preso pela polícia

Marcelinho Paraíba, do Sport, em novembro do ano passado, ao ser preso pela polícia

12/04/2012 - 19h28

Marcelinho Paraíba volta a ser indiciado por acusação de estupro na Paraíba

José Ricardo Leite
Do UOL, em São Paulo

O meia-atacante Marcelinho Paraíba, do Sport, voltou a ser indiciado por crime de estupro na cidade de Campina Grande, na Paraíba.

O jogador já havia sido indiciado anteriormente por Herta da Freitas, delegada da delegacia da mulher de Campina Grande. Mas, no início de março, o Ministério Público da Paraíba decidiu devolver à Polícia Civil o inquérito que acusava o jogador, alegando que as provas eram insuficientes.

ASSISTA AO VÍDEO EM QUE O DELEGADO AGRIDE E AMEAÇA DOIS REPÓRTERES

A delegada, após colher novas provas, manteve o indiciamento e devolveu o inquérito à Justiça.

“Minha expectativa é que quando chegar este inquérito para a Justiça, seja pedido o arquivamento. Agora o promotor decidirá se vai denunciar ou pedir arquivamento”, falou ao UOL Esporte o advogado do jogador, Afonso Villar.

O episódio que levou o ex-jogador de São Paulo, Grêmio e seleção brasileira à cadeia aconteceu em 30 de novembro do ano passado.

Marcelinho estava em uma festa em seu sítio quando supostamente tentou estuprar Rosália, de 31 anos, que diz ter sido agarrada pelo jogador e forçada a beijá-lo.

O jogador foi preso e o caso ganhou contornos ainda mais violentos por conta do irmão da vítima, o delegado Rodrigo Rêgo, que chegou a agredir e ameaçar com uma arma repórteres que tentaram entrevista-lo na porta da delegacia (confira no vídeo abaixo).

Segundo Marcelinho, tudo não passou de armação. Dias depois, Rêgo foi afastado do cargo.

Marcelinho Paraíba
Marcelinho Paraíba

Placar UOL no iPhone