UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/06/15/fred-e-wagner-reforcam-entrosamento-no-flu-e-lembram-brincadeira-com-apelidos.htm
  • Fred e Wagner reforçam entrosamento no Flu e lembram brincadeira com apelidos
  • 03/09/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Fred e Wagner atuaram juntos na base do América, no Cruzeiro e agora jogam no Flu

Fred e Wagner atuaram juntos na base do América, no Cruzeiro e agora jogam no Flu

15/06/2012 - 06h10

Fred e Wagner reforçam entrosamento no Flu e lembram brincadeira com apelidos

Jorge Lourenço
Do UOL, no Rio de Janeiro

O “Orelhudo” e o “Pônei” têm muita história para contar. Juntos desde as divisões de base do América-MG, o atacante Fred e o meia Wagner reeditam no Fluminense uma dupla que já soma mais de dez anos de história. Seja no Coelho, no Cruzeiro ou nas Laranjeiras, os dois já se entendem pelo olhar e reeditam velha parceria no Rio de Janeiro com direito a lembrança dos tempos de brincadeira com apelidos.

FRED NEGA PROPOSTA ÁRABE E ASSEGURA SUA PERMANÊNCIA NO FLUMINENSE

  • O atacante Fred assegurou, nesta quinta-feira, que não vai deixar o Fluminense. Durante a semana, o Blog do Neto noticiou que o jogador recebeu uma proposta milionária do futebol árabe. A investida seria do Al Sadd, do Catar, que estaria disposto a desembolsar US$ 50 milhões para contratar o jogador por três anos. A notícia assustou a torcida do Fluminense, que se viu diante da possibilidade de perder seu ídolo e referência no ataque.

Pouco aproveitado no clube desde o começo do ano, Wagner ganhou oportunidade de mostrar serviço em função do afastamento de Thiago Neves, recentemente submetido a uma cirurgia no joelho. Sua chegada ao time titular coincide com o retorno de Fred, recuperado de um estiramento muscular na coxa direita.

Apesar de terem atuado juntos em alguns jogos na temporada, será a primeira vez em que eles terão a oportunidade de atuarem lado a lado como titulares por uma série de partidas no Fluminense para reeditar uma parceria que deu muito certo no América-MG e no Cruzeiro.

“Facilita muito jogar ao lado do Fred. Já o conheço há vários anos e sei bem a movimentação dele em campo. Mesmo sem vê-lo, já sei para qual lado ele está indo no campo. Esse entrosamento que nós temos ajuda bastante”, explica Wagner, que contou como ganhou o apelido de “Pônei”. “Ganhei esse apelido na base do América-MG porque eu sou pequenininho, tenho braços e pernas curtas. Aí dizem que eu pareço um pônei correndo”.

Com três anos no Fluminense, o atacante Fred também vê com bons olhos a reedição da parceria com Wagner. De acordo com o atacante, cujo apelido de “Orelhudo” é auto-explicativo, o companheiro evoluiu muito desde os tempos de América-MG e dá bastante qualidade ao meio-campo tricolor. A alcunha desconhecida de Fred foi revelada por Jajá, do Internacional, que também jogou com os dois na base do Coelho.

“Na época do América-MG, o Wagner era muito afobado, impaciente. Ele evoluiu muito de lá para cá. Hoje, ele é um atleta de toque refinado e está muito mais aguerrido, além de ser muito tático. Com a bola no pé, ele sabe fazer a diferença. Com ele e Deco no meio-campo, nossas chances no ataque aumentam muito”, avaliou Fred.

Juntos em campo, “Pônei” e “Orelhudo” terão novo desafio às 21h de sábado, quando o Fluminense enfrenta a Portuguesa, no Engenhão. Com seis pontos, o time das Laranjeiras ocupa a 10ª posição no Campeonato Brasileiro.

Fred
Fred

Placar UOL no iPhone