UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/07/14/jean-chera-vai-de-novo-neymar-a-frustracao-no-fla-e-e-rebaixado-para-time-b-sub-17.htm
  • Jean Chera vai de 'novo Neymar' a frustração no Fla e é rebaixado para time B sub-17
  • 02/09/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Jovem Jean Chera, de 17 anos, ainda não conseguiu brilhar com a camisa do Flamengo

Jovem Jean Chera, de 17 anos, ainda não conseguiu brilhar com a camisa do Flamengo

14/07/2012 - 06h10

Jean Chera vai de 'novo Neymar' a frustração no Fla e é rebaixado para time B sub-17

Pedro Ivo Almeida
Do UOL, no Rio de Janeiro

Apontado por muitos como novo Neymar assim que despontou nas categorias de base do Santos, Jean Chera já não desperta mais a mesma empolgação em quem acompanha seu futebol. Contratado com status de promessa pelo Flamengo no final de 2011, o jovem de apenas 17 anos se tornou uma frustração para os rubro-negros e acabou rebaixado para o time B da categoria juvenil do clube.

DE PROMESSA A RESERVA NO FLAMENGO

  • Arquivo Pessoal

    Na época do Santos, Jean era considerado a grande aposta do time para substituir Neymar

  • Fernando Azevedo/ Fla Imagem

    Já no Flamengo, Chera tem amargado a reserva e dificilmente consegue vaga entre os 11 titulares

Sem espaço na equipe principal do sub-17 que disputa o Campeonato Carioca da categoria, ele vem atuando no time rubro-negro apenas pela Taça Guilherme Embry, um torneio amistoso para jogadores de 16 anos que admite até três atletas nascidos em 1995.

Longe da condição de craque no Flamengo, Jean ficou de fora até mesmo da lista de relacionados para a final da Taça Guanabara Juvenil, quando o Flamengo venceu o Fluminense e ficou com o título. Nem mesmo na relação de 22 jogadores, onde quatro são cortados antes da partida, seu nome estava presente.

A situação incomoda conselheiros e membros da diretoria do clube. Para muitos, Chera é o tipo de investimento que não trará qualquer retorno para o rubro-negro. Além do alto salário que recebe, o maior nas categorias de base, o preço pago pelo Flamengo na época de sua contratação também é motivo de discórdia nos bastidores da Gávea.

E a insatisfação não se dá apenas de um lado. Há cerca de duas semanas, o pai do atleta, Celso Chera, também mostrou sua revolta com o clube e ameaçou até mesmo a continuidade de Jean no Flamengo. "Há algum tempo estão acontecendo coisas que não estou gostando. Resolvi esperar esses meses para ver se isso se ajeitava, mas nada aconteceu. Estamos chateados. Não podemos esperar muito para que as coisas aconteçam", disse Celso, em entrevista ao jornal Mais, do Rio de Janeiro.

Coordenador das categorias de base do Flamengo, Carlos Noval minimizou os problemas com o jogador e disse que o baixo rendimento de Chera nos campos tem a ver com a situação desfavorável que ele se apresentou, em dezembro. O dirigente disse que os sete meses que o jovem ficou sem jogar na Itália por conta de um imbróglio com o seu passaporte acabaram o prejudicando.

"Ele realmente está em um nível abaixo, mas é uma coisa que se explica. Em dezembro de 2011, ele chegou aqui no Flamengo acima do peso, sem ritmo de jogo e vindo de um longo período de inatividade na Itália. Isso tudo acabou atrapalhando. Além disso, a geração juvenil é muito forte e ele fica sem espaço. Deixamos ele no outro time [B] e vamos ver se ele consegue seu espaço na equipe principal. Só depende dele", explicou Noval.

Com mais problemas do que soluções para o futuro do clube, Jean Chera segue treinando no CT do Ninho do Urubu. Enquanto aguarda uma oportunidade no time e alimenta até mesmo o sonho de jogar no profissional, a diretoria, mesmo sem confirmar, busca negociar um destino para o atleta, evitando qualquer prejuízo financeiro pelo investimento feito inicialmente no "ex-novo Neymar".

Jean Chera
Jean Chera

Placar UOL no iPhone