UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/11/28/o-futebol-precisa-de-um-heroi-gay-afirma-goleiro-do-manchester-united.htm
  • "O futebol precisa de um herói gay", afirma goleiro do Manchester United
  • 21/10/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
O goleiro Anders Lindegaard afirmou que o futebol precisa de um "herói gay"

O goleiro Anders Lindegaard afirmou que o futebol precisa de um "herói gay"

28/11/2012 - 09h42

"O futebol precisa de um herói gay", afirma goleiro do Manchester United

Do UOL, em São Paulo

O goleiro dinamarquês Anders Lindegaard, do Manchester United, se posicionou sobre um assunto que ainda é tabu no meio do futebol: a homossexualidade. Em seu blog, o jogador afirmou que o esporte necessita de um "herói gay", um jogador que assumisse sua orientação sexual e que serviria de espelho para outros perceberem que seus colegas de profissão não o tratariam diferente.

"Como jogador de futebol, penso que muitos tem medo do que a torcida faria caso assumisse ser gay. Mas eu tenho certeza que nós, jogadores, não teríamos problemas em aceitar um homossexual dentro dos times", escreveu. Ele também criticou a federação de seu país, que não faria grandes esforços para combater o preconceito na Dinamarca: nenhum jogador dinamarquês assumiu ser gay, entre todos os registrados na federação.

"Homossexualidade é um tabu. O problema é que muitos torcedores estão presos em um tempo de intolerância que não merece ser comparado aos tempos modernos que vivemos. E isso é expressado pelo estereótipo de que todo homem deve ser bravo, forte e agressivo", opinou Lindegaard.

"O resto do mundo têm sido mais liberal. Já o mundo do futebol segue preso ao passado no que diz respeito à intolerância", completou o goleiro.

Poucos jogadores já assumiram ser homossexuais. Recentemente, o americano David Testo, meia do Montreal Impact, time do Canadá que joga a NASL, divisão inferior do futebol dos EUA, assumiu ser gay e contou com apoio da direção do clube. No Brasil, em 2009, Vilson Zwirtes, que atuou pela Lajeadense, do Rio Grande do Sul, também assumiu, mas afirmou sofrer resistência de clubes para contratá-lo.

Placar UOL no iPhone