${estacao.titulo} Futebol
  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/05/15/fila-por-ingresso-a-partir-de-r-160-para-flamengo-e-santos-no-df-leva-4-horas.htm
  • Fila por ingresso a partir de R$ 160 para Flamengo e Santos no DF leva 4 horas
  • 16/04/2014
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Arena de Brasília espera receber quase 70 mil pessoas na abertura do Brasileirão

Arena de Brasília espera receber quase 70 mil pessoas na abertura do Brasileirão

15/05/2013 - 19h33

Fila por ingresso a partir de R$ 160 para Flamengo e Santos no DF leva 4 horas

Aiuri Rebello
Do UOL, em Brasília

Apesar de o ingresso mais barato custar R$ 160, centenas de torcedores enfrentaram até quatro horas de fila nesta quarta-feira, o primeiro dia de vendas, para garantir lugar na partida entre Santos e Flamengo, pela primeira rodada do Brasileirão no dia 26. O jogo será realizado em Brasília no Estádio Nacional Mané Garrincha, palco abertura da Copa das Confederações, no dia 15 de junho, e que será inaugurado neste sábado.

Nesta quarta, quem tentava adquirir entradas pelo site ingressorapido.com.br também enfrentava demora, lentidão e queda de serviço ao longo de todo o dia. Vários setores estavam esgotados antes do final da primeira tarde de vendas. As torcidas dos dois times ficarão misturadas na arena.

 No ponto de venda no Brasília Shopping, no centro da capital federal, a fila de torcedores em busca de um ingresso saia para fora do shopping center e exigia muita paciência durante a tarde.

"Não tem problema, é uma felicidade enorme poder assistir a um jogo do Flamengo aqui", comemorava Gilberto Luiz de Souza, 33, funcionário público. "Encaro a fila que for para ter essa alegria e de quebra ainda conhecer o estádio", disse ele, que já esperava na fila havia mais de duas horas e não havia chegado à metade. Não foi divulgado quantos ingressos foram vendidos no primeiro dia.

Ingresso caro

As entradas custam entre R$ 160 e R$ 400. O valor mais baixo é quase o dobro do cobrado na reabertura da Fonte Nova, em Salvador, que em março deste ano recebeu o clássico Bahia e Vitória com o ingresso mais barato a R$ 90. O mais caro custava R$ 180. Já para a final do Campeonato Paulista deste ano entre Corinthians e Santos, no domingo, o ingresso mais barato custa R$ 50. Sócios-torcedores do Peixe, mandante do jogo, e estudantes têm direito a meia-entrada no Mané Garrincha.

Ao todo, estão disponíveis 69.200 bilhetes, fora 1.800 entradas VIP e 74 camarotes fechados. Os ingressos VIP, no anel da arquibancada a poucos metros do campo, custa R$ 400. A entrada mais barata é para o anel superior da arquibancada, que sai por R$ 160.

TORCEDOR PAGA O PREÇO, MAS QUEM ESTIPULOU OS VALORES?

  • Aiuri Rebello/UOL

    Nesta quarta-feira, os pontos de venda dos ingressos para Santos x Flamengo em Brasília ficaram lotados. O torcedor está disposto a pagar os valores cobrados pelos ingressos. Só resta saber: quem estipulou esses preços? LEIA MAIS

Mistério

Até agora, nenhum agente envolvido na partida assume a responsabilidade pela escolha do preço dos ingressos. De acordo com a Secretária Extraordinária para a Copa de 2014 do Distrito Federal, o governo não pagou a Santos, Flamengo ou CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para que a partida fosse realizada em Brasília, tampouco decidiu o valor das entradas. Comunicado enviado ao UOL Esporte diz que o governo cede o estádio e todo o pessoal para sua operação no dia do evento, sem arcar com outras despesas. A renda de bilheteria é do Santos, o mandante do jogo, e não do governo, diz a nota.

Segundo o governo do DF, a responsabilidade pelo evento é da CBF, que organiza o jogo em Brasília com a ajuda da FBF (Federação Brasiliense de Futebol). A CBF afirma, através de sua assessoria de imprensa, que não tem responsabilidade no valor dos ingressos. O Santos, também através de sua assessoria de imprensa, afirmou que não iria comentar o assunto. Já o assessor de imprensa da FBF afirma que a responsabilidade pelo valor do ingresso é do Santos, e que a entidade ficará com 5% da renda da partida.

Até o final da tarde desta quarta-feira, o Flamengo pedia desculpas pelo preço aos torcedores que reclamavam através do serviço de atendimento ao consumidor do programa sócio-torcedor do clube. "Não tivemos nenhum ingerência sobre os valores do ingresso. Estamos negociando ingressos para os sócios-torcedores e assim que tivermos alguma informação, avisaremos por email. O Flamengo não medirá esforços para ajudar quem contribui com o nosso time", dizia a resposta do clube.

Ação na Justiça

Nesta quarta-feira, a deputada distrital Eliana Pedrosa (PSD-DF) entrou com pedido no Ministério Público do DF e no Procom para intervenção no valor da entrada. “É um absurdo. O torcedor, que bancou 100% do estádio, ter que pagar até R$ 400 para ver seu time do coração". afirmou a deputada. Ainda não há decisão do MP-DF nem do Procom.

Um grupo criado no Facebook na última terça-feira dedicado à partida (o "Flamengo x Santos em Brasília") já possuía 900 membros no dia seguinte, a maioria flamenguista. Entre os comentários mais comuns, reclamações pela dificuldade de comprar pela internet as entradas. No grupo, houve quem tentasse organizar um boicote, mas foi voto vencido pela avalanche de comentários de comemoração de quem conseguiu entradas. 

Obras no Mané Garrincha
Obras no Mané Garrincha
#uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','21818+AND+16337+AND+63285', '')

Placar UOL no iPhone