Real pediu desculpas a Keylor Navas. Mas agora ele quer salário dobrado

Do UOL, em São Paulo

  • EFE/Kiko Huesca

A atrapalhada tentativa do Real Madrid de contratar De Gea deixou um clima ruim entre o clube e seu atual goleiro Keylor Navas, que seria incluído no negócio e se transferiria para o Manchester United. Por causa disso, o presidente Florentino Pérez se viu no dever de se desculpar com o costarriquenho.

O dirigente viajou nesta quarta-feira (2) até o Centro de Treinamento do Real Madrid, em Valdebebas, para se reunir com Navas e seus representantes. De acordo com o canal de televisão espanhol "Cuatro", o encontrou durou uma hora e meia e teve também a presença de José Ángel Sánchez, diretor geral do clube.

Na reunião, os agentes de Navas teriam pedido a Florentino Pérez um aumento de salário para o goleiro. A justificativa é que no Manchester United, o jogador receberia quase o dobro do que recebe anualmente no Real Madrid.

Na segunda-feira (31), último dia da janela de transferências na Espanha, Navas chegou a pegar um avião para Manchester, onde assinaria com o United. O problema, no entanto, é que os documentos da transação que levaria De Gea ao Real Madrid não chegaram na Espanha a tempo e o negócio acabou sendo cancelado.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos