Tévez diz ter pensado em deixar o futebol após eliminação do Boca

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Marcos Brindicci

    Atacante ficou abalado com derrota na Libertadores e pediu dias de folga para repensar

    Atacante ficou abalado com derrota na Libertadores e pediu dias de folga para repensar

Carlos Tévez voltou a declarar amor ao Boca Juniors. O atleta declarou à rádio argentina La Red que cogitou deixar o futebol após o time de Buenos Aires ser eliminado na Libertadores diante do Independiente Del Valle.

Tévez conta que rejeitou recentemente proposta do Chelsea, afirmando que não joga mais por dinheiro.

"Pensei em deixar o futebol. Era o Boca ou eu me retirava. Um dia depois da partida contra os equatorianos, o Conte [técnico do Chelsea] me chamou para eu jogar no Chelsea, mas eu disse que não. Faz muito tempo que não jogo por dinheiro. Eu jogo pela história do Boca", declarou o atacante de 32 anos.

O Boca Juniors caiu diante do Del Valle após duas derrotas nas semifinais da Libertadores. Tévez foi criticado pela imprensa argentina pelo mau rendimento nos dois jogos, sobretudo na derrota por 3 a 2 em plena La Bombonera.

Abalado pela eliminação do Boca Juniors nas semifinais da Copa Libertadores, o atacante Carlitos Tevez pediu licença dos treinos da equipe para se recuperar emocionalmente da decepção.

Segundo diversos meio de comunicação da Argentina, como o "Olé", a ideia de Tevez é ter três dias livres para ficar com a sua família, descansar mentalmente e voltar com força para o segundo semestre.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos