Eduardo Baptista anuncia saída da Ponte Preta. Destino deve ser o Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

  • Rodrigo Villalba/Photopress/Estadão Conteúdo

    Eduardo Baptista estava na Ponte Preta desde abril deste ano

    Eduardo Baptista estava na Ponte Preta desde abril deste ano

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira (2), no Moisés Lucarelli, Eduardo Baptista confirmou que não é mais técnico da Ponte Preta. Ele tinha contrato até o fim de 2017 e agora deve ser anunciado como treinador do Palmeiras até o fim de 2019.

O presidente da Ponte Preta, Vanderlei Pereira, o diretor de futebol Hélio Kazuo e o gerente de futebol Gustavo Bueno acompanharam Eduardo Baptista na coletiva de despedida do técnico.

"Estou deixando o comando hoje. Tenho algumas situações que eu comecei a escutar... Eu procuro ser o mais honesto possível, não seria justo eu escutar outras situações e ficar no comando da Ponte esquentando cadeira. Procurei o presidente e falei que tinha algumas coisas e queria ter tranquilidade de fazer", disse.

"Achei que era o momento de sair. Tinha contrato até 2017, mas sempre ficou claro que, se tivesse alguma coisa que, para mim fosse vantajoso, eu conversaria. A Ponte Preta não vai sofrer prejuízo e eu sigo o meu caminho", acrescentou.

Eduardo Baptista confirmou o Palmeiras como um dos prováveis destinos. Mas ainda deixou em aberto seu futuro. "O Palmeiras está nessas situações. Não está nada acertado. Tem outras situações. Por isso a procura da diretoria para poder escolher e não atrapalhar a Ponte Preta. Não tem nada de concreto e tem mais situações para gente estudar", esclarece.

Antes de receber a palavra, Eduardo Baptista recebeu elogios do presidente Vanderlei Pereira, que iniciou a coletiva. "É muito bom sair de um clube ouvindo isso. A gente busca deixar um trabalho, deixar amigos. E ouvir as palavras do presidente é gratificante. Chegamos na Ponte para fazer um trabalho e acredito que tudo o que estava planejado conseguimos fazer", disse.

Eduardo Baptista deixa a Ponte Preta com a equipe no décimo lugar do Campeonato Brasileiro, com mais um jogo pela frente, contra o Coritiba, no Moisés Lucarelli. "Temos a chance de acabar em nono lugar, o que seria uma colocação honrosa levando em consideração os investimentos", completou o técnico, que será substituído pelo interino Felipe Moreira.

Eduardo Baptista havia renovado seu contrato no último mês de setembro, quando recusou convite para comandar o Corinthians e permaneceu na Ponte Preta, atual décimo colocado do Campeonato Brasileiro.

Filho de Nelsinho Baptista, ele ainda acumula trabalhos no Sport, onde conquistou a Copa do Nordeste e o Pernambucano de 2014, no Fluminense e na Ponte Preta, clube o qual assumiu em abril deste ano após a saída de Alexandre Gallo.

Na tarde desta quinta-feira, o Blog do Praetzel já havia publicado que Eduardo era o nome escolhido pelo departamento de futebol alviverde para substituir Cuca e comandar o atual campeão brasileiro em 2017.

UOL Cursos Online

Todos os cursos