! Sob olhar de Carpegiani, Corinthians sofre empate no fim em PE - 18/04/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/04/2007 - 23h45
Sob olhar de Carpegiani, Corinthians sofre empate no fim em PE

Da Redação
Em São Paulo

O Corinthians quase saiu de Recife com uma ótima vantagem. No último jogo sob o comando do interino José Augusto e com Paulo César Carpegiani - novo técnico alvinegro - na arquibancada, o time do Parque São Jorge chegou a abrir dois gols sobre o Náutico, mas acabou empatando por 2 a 2, com o segundo gol sofrido aos 39min da etapa final.

CARPEGIANI COMANDA DA TRIBUNA
Mesmo sem estar à beira do gramado, Paulo César Carpegiani, novo técnico corintiano, influenciou o time alvinegro contra o Náutico. Das tribunas do estádio dos Aflitos, ao lado de Cláudio Duarte, Ílton José da Costa e Renato Duprat, o treinador passou orientações ao interino José Augusto durante a partida e conversou com os atletas durante o intervalo.

"Tivemos contato com ele [Carpegiani] na preleção e também no intervalo. Ele não quis mexer nos jogadores, mas posicionou o time de uma forma diferente", disse o volante Magrão.
Com o resultado desta quarta, o Corinthians pode empatar sem gols ou por 1 a 1 na segunda partida do confronto. Já o Náutico terá de vencer ou empatar por três ou mais gols para permanecer vivo na competição. Resultado de 2 a 2 levará a decisão para os pênaltis.

"Não é um resultado ruim porque 0 a 0 e 1 a 1 é nosso. Mas a gente estava com 2 a 0 e nós tivemos dois momentos de bobeira. Não pode. Tem de ficar ligado os noventa minutos", lamentou o zagueiro Marinho.

Anunciado como novo treinador no último fim de semana, o gaúcho Paulo César Carpegiani apenas assistiu ao confronto das arquibancadas do estádio dos Aflitos. No entanto, mesmo sem contar com o novo comandante, o Corinthians entrou em campo diferente daquele que disputou as últimas rodadas do Campeonato Paulista.

A principal mudança foi a ausência do meia Roger, que ficou no banco de reservas para a entrada de Bruno Octávio. Assim, Marcelo Mattos jogou como um terceiro zagueiro, auxiliando a dupla defensiva Betão e Marinho. No ataque, o boliviano Arce, recuperado de uma lesão muscular, entrou no lugar de Wilson.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
16min - Willian tabela com Arce na entrada da área e bate com a perna esquerda forte. Bem colocado, Gléguer espalma a bola e consegue se recuperar na seqüência.
20min - GOOOLLL DO CORINTHIANS!!!!! Magrão domina na intermediária, arrisca chute forte com a perna direita e acerta o ângulo esquerdo do goleiro Gléguer.
41min - GOOOLLL DO CORINTHIANS!!! Marcelo Mattos cobra falta da intermediária com força, mas a bola desvia na defesa do Naútico e sobra para Jean Carlos, que bate na saída de Gléguer.
SEGUNDO TEMPO
3min - Éverton vai até a linha de fundo na esquerda e cruza para a área do Náutico. Sozinho, Jean Carlos desvia com a perna direita, mas a bola passa por cima da meta de Gléguer.
7min - GOOOLLL DO NÁUTICO!!!! Cris recebe passe dentro da área e cruza rasteiro para Beto, que bate para o gol vazio.
12min - Willian puxa a camisa de Deleu no campo de ataque, recebe o segundo amarelo e é expulso.
39min - GOOOLLL DO NÁUTICO!! Sidny domina na intermediária e arrisca com a perna direita. A bola quica na pequena área e engana o goleiro Jean.
GOLEIRO JEAN ASSUME GOL
JEAN CARLOS DESENCANTA
COMENTÁRIO DE JUCA KFOURI
Em campo, porém, as alterações na equipe titular foram ofuscadas pela violência da partida. Com o jogo muito truncado no meio-campo, os dois times abusaram das faltas forçando o árbitro a aplicar nove cartões amarelos e um vermelho durante os noventa minutos.

A situação de tensão que envolveu o confronto facilitou o trabalho do Corinthians. Mesmo com mais posse de bola, o Náutico encontrou muitas dificuldades para superar a boa marcação do time paulista, que aproveitava os contra-ataques com a velocidade do meia Willian.

O primeiro gol corintiano, porém, não nasceu de uma jogada rápida. Aos 20min do primeiro tempo, depois de boa troca de passes no meio-campo, Magrão arriscou um chute forte com a perna direita e acertou o ângulo esquerdo de Gléguer. Jean Carlos, aos 41min, ainda ampliaria o marcador antes do intervalo.

Sem a vantagem, o Náutico voltou para a segunda etapa mais ofensivo, com o atacante Beto no lugar do volante Walker. E a mudança não tardou a dar resultados. Logo aos 7min, Beto completou cruzamento rasteiro de Cris e diminuiu a vantagem corintiana.

A situação do clube paulista ficou ainda pior aos 12min, quando Willian recebeu o segundo amarelo ao puxar a camisa do lateral Deleu, deixando o time alvinegro com um homem a menos em campo.

No entanto, mesmo com superioridade numérica, o Náutico continuou com dificuldades de entrar na área do Corinthians. Aos 39min, porém, Sidny arriscou chute forte da intermediária e empatou a partida, contando com falha do goleiro Jean.

As duas equipes voltarão a se enfrentar na quinta-feira da próxima semana, no Pacaembu. O vencedor do confronto entre Náutico e Corinthians terá como adversário na próxima fase Figueirense ou Gama. Os catarinenses venceram o primeiro jogo por 4 a 2, fora de casa.

NÁUTICO
Gléguer; Sidny, Cris, Allysson e Deleu; Elicarlos, Walker (Beto), Vagner Rosa (Cristian) e Marcel; Jhon (Fábio Silva) e Acosta
Técnico: Paulo César Gusmão

CORINTHIANS
Jean; Eduardo Ratinho, Marinho, Betão e Éverton; Marcelo Mattos, Bruno Octávio, Magrão (Lulinha) e Willian; Jean Carlos (Wilson) e Arce (Marcus Vinícius)
Técnico: José Augusto

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Árbitro: João Alberto Gomes Duarte (RN)
Auxiliares: Milton Otaviano dos Santos e Luis Carlos Bezerra (ambos do RN)
Cartões amarelos: Elicarlos, Vagner Rosa, Marcel, Acosta (N), Eduardo Ratinho, Éverton, Magrão, Willian e Arce (C)
Cartão vermelho: Willian (C)
Gols: Magrão, aos 20min, e Jean Carlos, aos 41min do primeiro tempo; Beto, aos 7min, e Sidny, aos 39min do segundo tempo

Copa do Brasil
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias