UOL Esporte Lutas
 
05/06/2010 - 09h01

Filipino Manny Pacquiao é eleito o melhor lutador de boxe da década

Das agências internacionais
Em Nova York (EUA)
  • Pacquiao toca violão na festa em comemoração <br>à sua eleição para deputado nas Filipinas

    Pacquiao toca violão na festa em comemoração
    à sua eleição para deputado nas Filipinas

Manny Pacquiao foi nomeado lutador da década por membros da Associação de Boxe da América na madrugada desta sexta-feira. O lutador filipino, recém-eleito deputado de um distrito em seu país, conseguiu conquistar o prêmio após se tornar recordista de títulos na modalidade, com sete em categorias diferentes.

"Eu estou cheio de alegria e gratidão", disse Pacquiao em seu discurso após ser homenageado, em Nova York. "Estou grato por ter Muhammad Ali, Joe Frazier e outros que me inspiraram no boxe”, lembrou. "Eu lutei contra a pobreza confiando em Deus e sonhando grande. Eu estava convencido de que eu poderia ter sucesso no boxe. Sabia que o ringue poderia ser o terreno fértil para os meus sonhos".

É claro que o assunto Floyd Mayweather Jr. foi colocado em pauta. Espera-se que Pacquiao finalmente enfrente o norte-americano em novembro. O empresário que comanda a carreira do filipino, Bob Arum, disse que está trabalhando para garantir a realização do duelo.

As negociações entre os dois lados acabaram no começo deste ano após a recusa de Pacquiao em concordar com as exigências de Mayweather sobre testes antidoping. O filipino disse que não queria tirar sangue muito perto da luta. Entretanto, já relaxou a sua postura e disse que estaria disposto a fazer um teste 14 dias antes do ataque.

Arum disse que a luta acontecerá provavelmente em Las Vegas, em novembro. “Manny Pacquiao em Las Vegas é como ver Frank Sinatra uma centena de vezes ", disse Arum. "Ninguém mais pode levar o mais elevado show para lá”.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host