UOL Esporte Lutas
 
20/10/2010 - 07h01

Paulo Thiago aposta em nova tática no UFC 121: "Vou começar mais agressivo"

Jorge Corrêa
Em São Paulo
  • O 'Caveira' Paulo Thiago tem 15 lutas e 13 vitórias em torneios de vale-tudo, sendo oito por finalização. Seu adversário no UFC será Diego Sanchez, que já até disputou um cinturão do Ultimate, mas entre os pesos leves. Acabou perdendo para BJ Penn. Agora, volta para a categoria em que surgiu.

    O 'Caveira' Paulo Thiago tem 15 lutas e 13 vitórias em torneios de vale-tudo, sendo oito por finalização. Seu adversário no UFC será Diego Sanchez, que já até disputou um cinturão do Ultimate, mas entre os pesos leves. Acabou perdendo para BJ Penn. Agora, volta para a categoria em que surgiu.

Dividido entre a carreira de policial do Bope em Brasília e lutador de MMA, Paulo Thiago promete usar uma nova tática na luta contra Diego Sanchez neste sábado, na edição 121 do UFC. Ele afirma que será mais agressivo do que na derrota para Martin Kampmann, que o derrubou nos rankings da categoria meio-médio.

“Estou vindo de uma luta em que aprendi bastante. Sempre digo que se aprende mais com as derrotas que com as vitórias. O que aconteceu lá foi uma falta de atitude minha. Ele que veio mais agressivo, foi pontuando, e no final ficou difícil tirar o prejuízo”, disse o lutador, que também é policial do Bope de Brasília.

Com apenas duas derrotas em sua carreira como profissional, mas importantes vitórias no Ultimate, como sobre Josh Koscheck (Nocaute da Noite do UFC 95) e Mike Swick (Finalização da Noite no UFC 109), o brasiliense explicou que seu principal erro na última luta, em junho, foi a falta de agressividade. Agora ele vai mudar isso.

“Vou partir para cima logo de cara. Vou procurar ser mais agressivo desde o começo, até porque essa também é uma característica do Diego Sanchez, que sempre acelera a luta. Estou com um bom condicionamento físico, contando que será uma luta movimentada. Com certeza dessa vez vai ser assim.”

O ‘Caveira’ está ciente que ficou complicada sua vida dentro da categoria, que já tem o canadense Georges St-Pierre como campeão ininterrupto há quase três anos. Além disso, chegou Jake Shields, que era dono do título dos médios do Strikeforce, mas no UFC lutará entres os meio-médios e fará sua estreia no torneio também na edição 121.

“Essa é uma categoria cheia de lutadores top. Chegou o Jake, que mesmo vindo de outro evento, está bem cotado. Tem o campeão GSP, o Josh Koscheck [que vai disputar o cinturão em dezembro], o Jon Fitch... Infelizmente dei um passo para trás com a derrota, mas vou voltar para pegar todos esses caras”, completou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host