UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/lutas/vale-tudo/ultimas-noticias/2012/03/13/apos-doping-algoz-de-wanderlei-abre-o-jogo-sobre-os-vicios-sabia-que-seria-pego.htm
  • Após doping, algoz de Wanderlei abre o jogo sobre vícios: 'sabia que seria pego'
  • 24/07/2014
  • UOL Esporte - Lutas
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
13/03/2012 - 18h11

Após doping, algoz de Wanderlei abre o jogo sobre vícios: 'sabia que seria pego'

Do UOL, em São Paulo

Lutador do escalão intermediário do UFC, Chris Leben sempre foi conhecido por suas polêmicas, mas foi longe demais ao ser flagrado em um exame antidoping, em 2011. Pego pelo uso irregular de analgésicos e suspenso por um ano, ele foi para uma clínica de reabilitação e tenta retomar sua vida e a carreira no evento.

Em entrevista ao “The MMA Hour”, Leben abriu o jogo sobre seus problemas e o vício em álcool e medicamentos. De acordo com o lutador, que teve sua vitória mais importante contra o brasileiro Wanderlei Silva, ele sabia que poderia ser pego nos exames antes do seu combate no UFC 138, mas não ligou para o risco.

“A verdade é que eu venho batalhando com as drogas e o álcool por toda a minha vida. Tive um problema com analgésicos por anos. Eu sabia que seria pego, mas simplesmente não ligava. Isso me deixou muito embaraçado, sinto que deixei o UFC na mão”, afirmou Leben, famoso por ter participado do reality show The Ultimate Fighter.

“Minha esposa me levou analgésicos para depois da luta. Mas pelo estresse, eu não aguentei. Eu estava limpo, mas um dia antes da pesagem, sucumbi a tudo o que estava acontecendo na minha vida”, relatou ele, que na ocasião foi derrotado por Mark Muñoz, na Inglaterra.

Depois de passar pela reabilitação, Leben admite que ainda não conseguiu se livrar totalmente das bebidas, mas diz que segue lutando, até como forma de agradecer ao fato de o UFC ter cuidado de seu tratamento.

“Tenho de admitir que eu já escorreguei depois da reabilitação. É um erro, mas eu tenho evoluído progressivamente. Eu não estou ficando sóbrio apenas para voltar ao UFC, mas pela minha vida”, conclui.

Ring Girls - beldades das lutas
Ring Girls - beldades das lutas

Placar UOL no iPhone