Pezão nocauteia Overeem e consegue vitória impressionante; Minotouro vence Rashad

Jorge Corrêa
Do UOL, em Las Vegas (EUA)

  • Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

    Antonio Pezão acerta golpe em Alistair Overeem durante o UFC 156

    Antonio Pezão acerta golpe em Alistair Overeem durante o UFC 156

O gigante Alistair Overeem caiu. Depois de muito provocar, muito falar que seria uma luta fácil, o holandês não foi páreo para Antonio Pezão. Depois de perder os dois primeiros rounds, o paraibano voltou com tudo no terceiro período e aplicou um nocaute impressionante em seu rival, levando a arena no Mandalay Bay, em Las Vegas, à loucura.

Overeem entrou para o combate demonstrando toda a confiança que vinha falando nos últimos dias. Jogou com a guarda baixa, ficou com muitos sorrisos para cima do brasileiro e partindo para cima apenas quando queria. Dessa maneira, dominou os dez primeiros minutos de luta.

Mas no final do segundo round, Pezão já começou sua reação com uma joelhada no clinch, que lhe deu confiança. Começou o último período, o brasileiro partiu para cima e achou rapidamente a distância. Seus golpes começaram a entrar na guarda do holandês, que balançou. Tudo acabou com um cruzado, que derrubou Overeem desacordado no chão.

"Quero agradecer a todos, minha família, ao Brasil, amo vocês. Luta se ganha dentro da jaula. Ele falou muita besteira, mas eu acredito em mim, na minha equipe. Estou muito feliz. Eu fiz ele me respeitar. Trabalhei muito a minha mão direita, os upper cuts, trabalhei para melhorar todos os dias", disse Pezão.

Mais uma para o Brasil - Depois de um ano sem lutar, Rogério Minotouro tinha uma dura missão pela frente, mas conseguiu enfrentá-lo muito bem. Depois de começar perdendo no primeiro round, o irmão Nogueira mais leve melhorou nos dois rounds finais e venceu Rashad Evans em decisão unânime dos juízes.

O brasileiro apostou no boxe, sua especialidade, e nos contra-golpes. Dessa maneira, achou seu tempo e sua maneira de entrar na guarda do norte-americano. Mais que isso, também mostrou que estava em dia com as defesas de queda, já que pôr para baixo era uma das principais armas de Rashad.

Últimas de Esporte



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos