Presidente do UFC diz que próxima luta de Anderson Silva será fora do Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

    Anderson Silva deve lutar no meio do ano, e o UFC trabalha com o nome de Weidman como rival

    Anderson Silva deve lutar no meio do ano, e o UFC trabalha com o nome de Weidman como rival

O adversário ainda não está acertado, apesar do favoritismo de Chris Weidman. Mas uma coisa é certa, de acordo com o presidente do UFC, Dana White: o próximo combate de Anderson Silva, no meio do ano, não será no Brasil, palco de seu compromisso mais recente.

Segundo Dana White, a programação montada para o Ultimate em 2013 não prevê que o Spider realize sua próxima defesa de cinturão em casa. Anderson lutou no Rio no UFC 134, em 2011, e no UFC 153, em 2012, sendo esta sua luta mais recente, contra nocauteou Stephan Bonnar. Entre estes dois eventos, ele encarou Chael Sonnen em Las Vegas, em julho passado.

"A luta não será no Brasil. Se ele e Weidman se enfrentarem, não será no Brasil", afirmou Dana, segundo o MMA Weekly. "Nós já temos nossa programação e não existe a previsão dele voltar a lutar no Brasil."

Antes do UFC 156, no último fim de semana, Dana White falou sobre as chances do combate contra o jovem invicto Chris Weidman acontecer, e se mostrou empolgado.

"Estamos pensando (que Anderson lute) no verão (no hemisfério Norte). Parece que será Weidman, contanto que ele permaneça saudável. Essa é a luta que casaremos, provavelmente", afirmou o dirigente.

Anderson Silva
Anderson Silva

Últimas de Esporte



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos