UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2012/07/04/delegacao-brasileira-levara-259-atletas-aos-jogos-de-londres.htm
  • Delegação brasileira levará 259 atletas aos Jogos de Londres
  • 21/12/2014
  • UOL Esporte - Agências >> EFE
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
04/07/2012 - 15h43

Delegação brasileira levará 259 atletas aos Jogos de Londres

Rio de Janeiro, 4 jul (EFE).- O Brasil contará com uma delegação de 259 atletas (132 homens e 123 mulheres), de 32 modalidades diferentes, nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, um número inferior aos 277 inscritos em Pequim 2008, mas com uma "maior qualidade", informou nesta quarta-feira o Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

"Em Londres contaremos com uma delegação com mais qualidade, formada por atletas que passaram por seletivas mais difíceis, algumas até mais duras que as estipuladas pelas federações internacionais", afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

O dirigente destacou que os atletas que o Brasil levará nas modalidades de atletismo e natação tiveram que obter qualificações superiores às exigidas por suas respectivas federações para garantir uma vaga nos Jogos de Londres.

Em comunicado emitido pelo COB, Nuzman acrescenta que desde o começo a entidade trabalha com uma meta de aproximadamente 250 atletas, já que a ideia era dar mais importância à qualidade do que à quantidade nos Jogos de Londres.

"Estamos muito satisfeitos por ter alcançado nossa primeira meta para as Olimpíadas que se aproximam", destacou Nuzman.

A delegação com 277 atletas que disputou os Jogos de Pequim em 2008 foi a maior já inscrita pelo Brasil, superando em 30 esportistas a que participou de Atenas em 2004. A delegação de Pequim também foi recordista em número de mulheres (132) e modalidades esportivas (32), marcas que serão repetidas nesta edição de 2012.

O número final de brasileiros classificados para os Jogos Londres foi definido no último domingo, após a disputa do Troféu Brasil de Atletismo, onde foram as últimas vagas foram preenchidas.

A Confederação Brasileira de Atletismo anunciou ontem sua lista de 36 convocados para Londres, onde figuram duas atuais campeãs do mundo e uma olímpica: Maurren Maggi, que obteve a medalha de ouro de salto em distância em Pequim; Fabiana Murer, campeã mundial de salto com vara em Daegu 2011, e Mauro Vinícius da Silva, que levou o Mundial de salto em distância de Istambul neste ano.

Com uma delegação menor em número, mas melhor em qualidade - como apontou o COB -, o Brasil deseja obter em Londres o mesmo número de medalhas de Pequim, porém, como mais ouros e mais presença em finais olímpicas.

"Nossa expectativa é ter um desempenho próximo ao de Pequim em termo de medalhas, quando conquistamos 15, e uma participação maior em finais olímpicas (mais que as 41 de Pequim)", afirmou o superintendente de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire.

Nas últimas Olimpíadas, o Brasil foi o 23º no quadro de medalhas, com 15 medalhas (3 ouros, 4 pratas e 8 bronzes). Nos Jogos de Atenas, em 2004, o país conquistou somente 10 medalhas (5 ouros, 3 pratas e 2 bronzes), mas obteve uma melhor colocação no quadro geral, um 16º lugar, por conta do maior número de ouro.

Em seu comunicado, o COB destacou algumas conquistas já na classificação, como a inscrição recorde de dez pugilistas, o retorno da equipe masculina de basquete após 16 anos de fora, a participação inédita nas 14 categorias de judô e a primeira participação de um brasileiro no ciclismo BMX.

A classificação das duas equipes completas de tênis de mesa, a inscrição de três atletas de ginástica artística masculina, a presença de todas as armas na esgrima e o retorno de uma levantadora de peso após 12 anos também são outras conquistas anunciadas pela COB.

Placar UOL no iPhone