UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2013/02/03/bellucci-vence-isner-e-brasil-depende-de-thiago-alves-para-avancar-na-davis.htm
  • Bellucci vence Isner, e Brasil depende de Thiago Alves para avançar na Davis
  • 01/10/2014
  • UOL Esporte - Agências >> EFE
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
03/02/2013 - 18h51

Bellucci vence Isner, e Brasil depende de Thiago Alves para avançar na Davis

Redação Central, 3 fev (EFE).- O tenista brasileiro Thomaz Bellucci venceu americano John Isner neste domingo por 3 sets a 2, com parciais de 2-6, 6-4, 6-7(7), 6-4 e 6-3 manteve a equipe do país com chances de se classificar para as quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis, ao qual voltou após dez anos.

Bellucci, que havia vencido a única partida anterior entre ambos, resistiu bravamente ao forte saque do adversário, de 2m06 de altura, e levou a melhor no quinto e decisivo set, após 3h29min de jogo. Com isso, o duelo de primeira fase da Davis está empatado.

O Brasil iniciou o dia em desvantagem de 2 a 1 no confronto com os Estados Unidos, que vem sendo disputado em Jacksonville, na Flórida. O time do capitão João Zwetsch perdeu os dois jogos de simples na sexta-feira e obteve uma incrível vitória nas duplas no sábado, de Bruno Soares e Marcelo Melo sobre os irmãos Bob e Mike Bryan, primeiros colocados do ranking da ATP.

Os brasileiros dependem agora de uma vitória de Thiago Alves, número 141 do mundo, sobre Sam Querrey (20), para se classificar. Se isso acontecer, a equipe enfrentará nas quartas a Sérvia, de Novak Djokovic, que passou pela Bélgica; caso contrário, será preciso encarar a repescagem, de 13 a 15 de setembro, ainda sem adversário definido.

Logo no segundo game do jogo, o primeiro com saque do brasileiro, Isner teve um break point, o suficiente para conseguir a quebra e abrir 2 a 0. Bellucci teve a chance de devolver logo em seguida, mas foi atrapalhado por um erro do juiz de linha, que apontou fora uma bola claramente dentro. O ponto empataria o set, mas o árbitro mandou voltar. O americano então se recuperou e fez 3-1.

O tenista do Brasil teve outras quatro chances para pontuar no serviço do adversário, mas desperdiçou todas e ainda perdeu o saque novamente, no oitavo game, sendo derrotado por 6-2 na parcial.

O segundo set teve menos emoção e foi decidido por Bellucci logo no segundo game, quando ele fez 2-0. A partir daí, ele administrou a vantagem e fechou em 6-4, empatando a partida.

Sacando constantemente a mais de 200 quilômetros por hora, Isner deu poucas chances ao atleta visitante na terceira parcial e ainda teve dois break points, um no terceiro e outro no 12º game, mas não os aproveitou.

Assim, a decisão foi para o tie-break, em que o brasileiro teve dois set points, ambos no serviço do adversário. No entanto, quem levou a melhor em 9 a 7 foi o tenista da casa.

Em seguida, Bellucci já começou com um break point contra, mas soube reverter a situação. O quarto set então seguiu com serviços confirmados até o décimo game, em que o tenista do Brasil aproveitou o terceiro de três pontos de set que teve, com saque contra, para fazer 6-4.

Com quase três horas de partida, o cansaço era mais visível em Isner, que ficou cerca de quatro semanas parado devido a uma lesão no joelho, mas mesmo assim confirmava o serviço com mais facilidade.

No sétimo game, porém, o cerco apertou contra o anfitrião, que salvou quinto break-points, mas não foi capaz de salvar o sexto. Bellucci fez 5-3, não perdeu pontos no game seguinte e fechou o set e o jogo, marcando o primeiro ponto do Brasil em simples neste retorno à elite da Davis.

Placar UOL no iPhone