UOL Esporte Últimas Notícias
 
08/06/2011 - 16h35

Presidente do Santos quer intervir para liberação de torcedores em Assunção

Assunção, 8 jun (EFE).- Em Assunção para se reunir com o presidente da Conmebol, Nicolás Leoz, o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, se mostrou interessado em ajudar na liberação dos 58 torcedores do Peixe que estão detidos na capital paraguaia há uma semana, desde o empate em 3 a 3 contra o Cerro Porteño.

"O Santos quer cooperar para conseguir a liberação dos torcedores que estão detidos", disse o dirigente durante a visita à capital do país vizinho, onde recebeu detalhes sobre a situação dos torcedores.

O grupo foi detido acusado do crime de "perturbação da ordem pública" depois de protagonizar cenas de vandalismo após a partida contra o Cerro, que classificou o Peixe para a final da Taça Libertadores.

"Quando há conflitos como esse, todos perdem, o esporte, os clubes e os torcedores. É preciso buscar o equilíbrio. O futebol não é uma guerra fundamentalista, é um exercício de civilidade", declarou Luís Álvaro à emissora de rádio "Primero de Marzo", de Assunção.

Por outro lado, o presidente santista revelou ainda que conversou com Leoz sobre a partida de volta da decisão do torneio continental, contra o Peñarol, marcada para o próximo dia 22, no estádio do Pacaembu.

"Estamos preparando tudo para esse jogo para que haja toda a segurança, o respeito a todos os torcedores e que não haja nenhum incidente", finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host