UOL Esporte Últimas Notícias
 
14/06/2011 - 04h25

Maradona denuncia empresas chinesas por usar sua imagem sem autorização

Pequim, 14 jun (EFE).- O argentino Diego Armando Maradona levou aos tribunais duas empresas de internet chinesas, o portal Sina e a companhia de jogos online The9 Limited, por usar sua imagem sem autorização, informou a imprensa chinesa nesta terça-feira.

Segundo o diário "Xin Beijing", Maradona denunciou as duas companhias - que cotam na Nasdaq - perante o Tribunal Popular Intermediário de Pequim.

O ex-jogador e ex-treinador da Argentina assinalou que a The9 Limited anunciou no ano passado que ele seria a imagem em seu jogo esportivo "The Winning Goal", e para isso usou seu nome e suas imagens sem permissão expressa.

Maradona considera que a companhia de jogos e o portal - um dos mais populares da China - violaram seus interesses legais, pelo que pede no tribunal que as firmas ofereçam suas desculpas e o indenizem em 20 milhões de iuanes (US$ 3,08 milhões).

Representantes da companhia chinesa citados pelo "Xin Beijing" se mostraram surpresos pela denúncia e asseguraram que assinaram um acordo com o astro argentino pelo qual já pagaram US$ 250 mil.

As mesmas fontes assinalaram que entraram em contato com os agentes de Maradona e iniciaram uma investigação sobre o caso, ventilando a possibilidade de que pessoas supostamente próximas ao jogador tenham cometido fraude contra elas.

Informações anteriores assinalaram que um suposto agente chinês de Maradona, chamado Lu Weiping, enganou a empresa de jogos, fazendo crer que o jogador tinha acertado, com ele de mediador, participar do projeto.

Maradona visitou a China em novembro de 2010, em uma viagem na qual participou de vários atos publicitários e beneficentes.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host