Sollys/Nestlé acerta com Fernanda Garay e terá base da seleção na próxima temporada

Luiz Paulo Montes
Do UOL, em São Paulo

  • Alexandre Arruda/CBV

    Fernanda Garay foi um dos destaques da seleção no Pré-Olímpico, em São Carlos

    Fernanda Garay foi um dos destaques da seleção no Pré-Olímpico, em São Carlos

Atual campeão da Superliga feminina de vôlei, o Sollys/Nestlé segue se reforçando bem para a próxima temporada. Depois de manter a base titular e contratar a oposto Sheilla, a equipe paulista acertou com a ponteira Fernanda Garay. Com a chegada da jogadora de 26 anos, , o Sollys garante em sua equipe a base da seleção brasileira. A levantadora Fabíola, a ponta Jaqueline e a central Thaísa são as outras. Adenízia e Camila Brait, que completam o time titular, têm ganhado cada vez mais espaço na seleção e, no Pré-Olímpico, tiveram grande destaque, merecendo elogios do técnico José Roberto Guimarães. 

Fernanda Garay foi a principal atacante da última competição nacional, atuando pelo Vôlei Futuro. A negociação entre as partes começou complicada, já que ela ainda possuía mais um ano de contrato com o Vôlei Futuro, sua ex-equipe. No entanto, o time de Araçatuba ainda não definiu seu projeto para 2012/2013, e dispensou todas as jogadoras. Quem ainda tinha vínculo, também foi liberada para procurar "casa nova".

Há cerca de um mês, a atleta acertou salários com o Sollys, mas o negócio ficou na dependência justamente do Vôlei Futuro, que, ciente de que não deverá ter uma equipe competitiva, liberou o acerto.

Assim como no caso de Sheilla, a confirmação do negócio só poderá ser feita a partir desta sexta-feira. Até a semana que vem, a ordem é que nenhuma negociação seja dada como certa pelas partes, já que os contratos de ambas com suas antigas equipes vence nesta quinta. Por isso, apenas as renovações foram anunciadas pelo Sollys. Jaqueline, Adenízia e Fabíola foram as primeiras - as outras, porém, já assinaram o novo vínculo com validade de mais uma temporada - exceção feita à Camila Brait, que, em 2011, assinou por dois anos.

Já a Unilever, vice-campeã da última Superliga, perdeu duas de suas principais peças e, até agora, não as substituiu. Além de Sheilla, a ponta Mari também deixou a equipe e seu destino provável é o Fenerbahce, da Turquia. A jogadora recebeu propostas também do Azerbaijão e da Rússia, mas a cidade de Istambul pesou na decisão da atleta, que deve assinar ainda esta semana. Até o momento, a equipe carioca, comandada por Bernardinho, só fez uma contratação de impacto: a levantadora Fofão, que não jogou na última temporada, foi chamada para substituir Fernanda Venturini, que se aposentou.

A intenção da Unilever é contratar uma estrangeira para repôr a perda de Mari. A americana Logan Tom é o nome preferido da diretoria da equipe, e as conversas existem há algum tempo e têm evoluído. Paralelamente, os dirigentes negociavam com Paula Pequeno, mas não houve um acordo e as chances de acerto, hoje, são mínimas.  

Fernanda Garay
Fernanda Garay


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos