UOL Esporte Atletismo
 
Franck Fife/AFP

O brasileiro Leonardo Elisiário, do salto triplo, foi suspenso por dois anos após caso de doping

12/02/2010 - 19h35

Atletas envolvidos com doping no Sul-Americano são suspensos por 2 anos

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • O brasileiro Leonardo Elisiário, do salto triplo, foi suspenso por dois anos após caso de doping

    O brasileiro Leonardo Elisiário, do salto triplo, foi suspenso por dois anos após caso de doping

A Comissão Disciplinar da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) suspendeu por dois anos os atletas João Gabriel dos Santos Souza, Leonardo Elisiário dos Santos e Fernanda Gonçalves.

Os três já estavam afastados preventivamente pela confederação, por apresentarem resultado positivo em teste antidoping, realizado em junho do ano passado, no Campeonato Sul-Americano de Lima, no Peru. Segundo a entidade, ainda cabe recurso ao plenário do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Na última segunda-feira, a confederação marcou o julgamento dos treinadores e atletas envolvidos no caso de doping descoberto em junho do ano passado, em Presidente Prudente (SP), para o dia 1º de março em Manaus, conforme decisão da Comissão Disciplinar.

Serão julgados os pivôs do escândalo, os treinadores Jayme Netto Jr. e Inaldo Justino de Sena, além dos atletas Rodrigo Bargas e Evelyn dos Santos. Outros cinco atletas que foram pegos no mesmo exame já abdicaram de recorrer à análise da contraprova. Jorge Célio, Bruno Lins, Luciana França, Josiane Tito e Lucimara Silvestre já cumprem a suspensão de dois anos.

Em agosto de 2009, às vésperas do Mundial de Berlim do qual cinco destes atletas iriam participar, um exame antidoping os flagrou com a substância EPO, injetada no sangue para aumentar a oxigenação e melhorar a resistência.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host