UOL Esporte Atletismo
 
13/03/2010 - 15h56

Blanka Vlasic lidera favoritos em dia repleto de medalhas no Mundial de Doha

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O dia foi de muitas medalhas no Mundial Indoor de Doha, no Qatar, e também de confirmações, já que os favoritos não deram sopa para o azar e garantiram suas medalhas.

No salto em altura a croata Blanka Vlasic, que venceu o Mundial de Berlim, faturou a medalha de ouro ao conseguir a marca de 2m, deixando pra trás Ruth Beitia, da Espanha, e Chaunté Howard Lowe, dos Estados Unidos. Ambas saltaram 1m98. Vlasic tentou passar os 2m05, mas não conseguiu.

“Nunca é fácil ganhar um Mundial. Tinha uma grande pressão por ser a favorita e estou muito surpresa por ter rendido em tão alto nível”, afirmou a vencedora.

Debbie Dunn, dos Estados Unidos, fez os 400m em 51s04 e faturou o ouro. A russa Tatyana Firova 51s13 ficou com a prata enquanto Vania Stambolova levou o bronze para a Bulgária (51s50).

No salto triplo, Olga Rypakova, do Cazaquistão, conseguiu a marca de 15m14 e não deu chances para as rivais. Yargeris Savigne, de Cuba (14m86) e Anna Pyatykh, da Rússia (14m64) foram as que mais se aproximaram da cazaque.

Nos 3000, Meseret Defar, da Etiópia, comemorou muito a vitória, que chegou ao completar o percurso em 8min51s17 e deu a ela o quarto título mundial consecutivo. A prova só foi decidida no sprint final, quando Defar superou Vivian Cheruiyot, do Quênia (8min51s85) por centésimos. A também Etíope Sentayehu Ejigu (8min52s08) completou o pódio.

Nos 60m com barreiras, Lolo Jones, dos Estados Unidos, superou as canadenses Perdita Felicien e Priscilla Lopes-Schliep e festejou muito a medalha de ouro, que alcançou com o tempo de 7s72. A segunda colocada fez 7s86 enquanto a ganhadora da medalha de bronze marcou 7m87.

ESTADOS UNIDOS NA FRENTE NO QUADRO DE MEDALHAS

Ao final das disputas deste sábado, os norte-americanos ocupam a primeira colocação no quadro de medalhas do Mundial Indoor de Doha.

A delegação dos Estados Unidos ganhou quatro ouros em um total de oito medalhas e está à frente de Etiópia, com dois ouros, Grã-Bretanha e Austrália, com o mesmo número de medalhas douradas.

Bahamas, Croácia e Cazaquistão vem na sequência da tabela, com uma medalha de ouro cada.

Já no pentatlo, Jessica Ennis, da Grã-Bretanha, foi a mais regular e somou 4937 pontos para levar o ouro. Natallia Dobrynska, da Ucrânia, marcou 4851 pontos enquanto Tatyana Chernova, da Rússia, fez 4762.

Entre os homens, Dwain Chambers dominou a prova de 60m. O britânico venceu o norte-americano Mike Rodgers e Daniel Bailey, de Antígua e Barbuda, ao completar a prova em 6s48.

Nos 400m, Chris Brown, das Bahamas, ficou com o ouro após marcar 45s96. William Collazo, de Cuba, ficou em segundo, enquanto Jamaal Torrance, dos Estados Unidos, terminou em terceiro.

Fabrice Lapierre venceu o salto em distância, dando a medalha de ouro para a Austrália ao chegar a 8m17. A prata ficou com Godfrey Mokoena enquanto Mitchell Watt ficou com o bronze. Já no salto com vara, o também autraliano Steve Hooker se deu bem e ficou em primeiro ao superar os seis metros (6m01), à frente de Matle Mohr (5m70) e Alexander Strub (5m65).

Christian Cantwell, dos Estados Unidos, foi o melhor no arremesso de peso com a distância de 21m83. Andrei Mikhnevich (BLR) e Ralf Bartels (GER) fizeram companhia ao norte-americano no pódio.

No heptatlo, Bryan Clay somou 6204 pontos contra 6184 do compatriota Trey Hardee e 6141 de Aleksey Drozdov, da Rússia.
 

*Com agências internacionais

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host