UOL Esporte Atletismo
 
25/04/2010 - 10h06

Após oito meses parada, Maurren prevê dificuldades e marcas modestas

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Por causa de uma cirurgia no joelho direito, Maurren Maggi ficou oitos meses longe das competições. Já recuperada e em preparação final para a volta – que deverá acontecer em julho – a atleta espera dificuldades e diz conhecer suas limitações. Em sua especialidade, o salto em distância, Maurren projeta marcas modestas nesta temporada.

Em entrevista ao jornal Lance, Maurren ressalta que será um luxo chegar a 6m80 em 2010. Ela é dona de uma marca muito mais forte: 7m26 é o recorde na sua carreira. A expectativa reflete o momento da atleta, que espera atingir a melhor forma em 2011, ano de Mundial em Daegu e de Jogos Pan-Americanos em Guadalajara.

Entretanto, a atleta diz que não sabe em que condição estará para defender o seu título olímpico nos Jogos de Londres, em 2012. “Não me vejo como medalhista em Londres, mesmo porque há muito tempo até lá. Estou voltando de lesão. Mas não posso agora mesmo, falar que me vejo como uma bicampeã olímpica, porque eu não me vejo”, disse Maurren.

Contra a previsão pessimista, a atleta diz que os treinos poderão resolver. Maurren também acredita que a experiência pode contar em um momento de decisão. “Dá para colocar pressão nas mais jovens. A experiência conta bastante. Medalha sempre vai ser consequência de uma performance. Espero que meu dia brilhe bastante na hora, e pode ter certeza de que vou treinar muito para isso”, disse.

Aos 33 anos, Maurren treina diariamente no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, em São Paulo. A atleta revela que o pior período – que foi o de recuperação da lesão – já passou. “Nunca pensei que a lesão fosse encerrar minha carreira. Foi complicado, mas tinha consciência de que precisava voltar ao atletismo”, finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host