Topo

Esporte


CAS veta teste de gênero no atletismo e libera corredora para competir

Do UOL, em São Paulo

2015-07-27T18:11:12

27/07/2015 18h11

A corredora indiana Dutee Chand poderá voltar a disputar competições organizadas pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf). Segundo a BBC, a liberação aconteceu após decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) suspender a legislação que obrigava a realização de teste de feminilidade.

A atleta de 19 anos havia sido proibida de competir há um ano após ter falhado no teste de hormônio. Ela apresentou níveis elevados de testosterona e foi impedida de competir pela Iaaf.

A CAS decidiu suspender as regras de hiperandrogenismo da Iaaf caso a entidade não possa apresentar mais provas contra os atletas além do teste de gênero. O tribunal informou que um atleta não poderá deixar de competir em uma categoria por “consequência natural e inalterada do seu corpo”.

Em comunicado, a entidade do atletismo se defendeu afirmando que usa a regulamentação estabelecida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

Inicialmente, Chand havia sido suspensa pela Federação Indiana de Atletismo com orientação da Iaaf. A defesa da atleta defendia que a decisão era discriminatória.

Mais Esporte