Vovô de 85 anos choca mundo das corridas e quebra marcas 'de olho fechado'

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Twitter

    Ed Whitlock já bateu mais de 70 recordes na corrida

    Ed Whitlock já bateu mais de 70 recordes na corrida

Concluir uma maratona não é para qualquer um. Concluir uma maratona em menos de 4h é ainda mais difícil. Mas um senhor de 85 anos ignora toda essa "lógica" e vem acumulando recorde atrás de recorde. Neste mês, o inglês Ed Whitlock se tornou o maratonista da categoria 85-89 anos mais rápido do mundo: percorreu os 42.195 metros em 3h56min33.

Esse tempo tem como ritmo médio 5min36s/km. O tamanho da façanha de Whilock fica mais claro quando o tempo dele é comparado com o recorde anterior. A marca, estabelecida em 2004, era de 4h34min55. Com suas 3h56min, ele simplesmente destruiu o recorde.

Para isso, esse inglês que vive no Canadá toma inúmeros cuidados para correr em sua idade e conta com o acompanhamento de um treinador, certo? Errado. Ed Whitlock é um corredor disciplinado, mas gosta de fazer tudo de forma simples. Muito simples.

"Eu não sigo o que os treinadores de corrida costumam falar sobre corredores. Não faço fisioterapia nem massagem, não entro em balde com gelo, não treino na velocidade da prova, não uso monitor cardíaco. Não tenho nenhuma objeção séria a isso tudo, mas não sou suficientemente organizado ou ambicioso para fazer todas essas coisas", disse ele à Runners World.

Whitlock costuma treinar perto de um cemitério em Milton, uma pequena cidade canadense. Ele gosta do local por ser perto de sua casa. O senhor também diz não pegar muito pesado nos treinamentos nem fazer trabalhos muito detalhados. "Quanto mais tempo você gasta com isso, menos tempo sobra para correr", argumenta.

Certa ou errada, essa fórmula tem dado muito certo para ele. No primeiro semestre deste ano, Ed Whitlock já havia quebrado o recorde da meia-maratona da sua faixa etária: fez os 21km de Waterloo, em Ontário, em 1h50min47s.

O inglês tem uma longa história com a corrida. Quebrou recordes juvenis em provas de pista quando jovem, mas parou de correr dos 26 aos 41 anos, período em que mudou para o Canadá para trabalhar. Quando voltou a se dedicar, retomou a rotina de derrubar recordes.

Aos 68 anos, fez 1h20min na meia-maratona. Aos 73, completou uma maratona em incríveis 2h54min. A cada faixa etária que ele inaugura, mais marcas são superadas. E ele já avisou que não pretende parar.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos