Jamaica cogita apelar a Tribunal para manter medalha de Bolt

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Kai Pfaffenbach/File Photo

    Nesta Carter (o primeiro da esq. à dir.) foi pego em exame antidoping

    Nesta Carter (o primeiro da esq. à dir.) foi pego em exame antidoping

A Associação Olímpica Jamaicana está estudando a possibilidade de entrar com um processo à parte na Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra a cassação da medalha de ouro da equipe do revezamento 4x100m nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 após Nesta Carter ser flagrado com uma substância ilegal.

Por causa disso, Usain Bolt tem agora oito ouros e não mais nove. Também faziam parte do time Asafa Powell e Michael Frater.

"Temos de decidir ainda qual é o melhor processo legal. A equipe foi afetada e estamos interessados em protegê-los e dar a chance justa de limparem seus nomes", afirmou Mike Fennell, presidente da Associação Olímpica Jamaicana.

Por outro lado, o advogado de Nesta Carter afirmou que o atleta entrará com um recurso próprio na CAS.

Caso não haja vitória nos recursos, o COI deverá fazer a redistribuição das medalhas, com Trinidad e Tobago levando o ouro, o Japão a prata e o Brasil o bronze.

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos