Prata em Pequim-2008, britânico morre aos 34 anos em acidente de moto

Do UOL, em São Paulo

  • Mark J. Terrill/AP

Medalhista de prata no salto em altura dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, o saltador jamaicano naturalizado britânico Germaine Mason morreu nesta quinta-feira (20) em um acidente de trânsito em Kingston, capital da Jamaica.

A notícia foi dada primeiramente por jornais locais, como o "Jamaica Gleaner", e confirmada pela federação britânica de atletismo. De acordo com os relatos existentes, o ex-atleta de 34 dirigia sua moto na frente de um comboio que incluía Usain Bolt e Michael Frater, astros do atletismo local.

O acidente ocorreu na madrugada, por volta das 4h locais. Bolt e Frater estariam entre os primeiros a chegarem na cena do acidente. Mason estaria sem capacete e teria perdido o controle da moto ao desviar de um veículo que vinha de encontro a ela.

"Nosso estafe e colegas que trabalharam com Germaine estão naturalmente entristecidos ao ouvirem essa notícia terrível. Nossas mais profundas simpatias vão aos amigos, família de Germaine e à comunidade atlética neste momento difícil", afirmou Niels de Vos, CEO da federação britânica de atletismo.

Germaine Mason nasceu e cresceu na Jamaica, país que representou quando jovem e no começo de sua carreira como adulto – ele foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003. Ele passou a defender a Grã-Bretanha em 2006 – seu pai nasceu em Londres.

Na Olimpíada de Pequim, Mason igualou seu melhor salto da carreira: 2,34 m, superado em 2 cm pelo russo Andrey Silnov, que levou o ouro.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos