UOL Esporte Basquete
 
06/09/2010 - 11h43

Para enfrentar e vencer o Brasil, Oberto lembra que é preciso "sacrificio"

Das agências internacionais
Em Istambul (TUR)

Fabrício Oberto, pivô da seleção argentina, acredita que o confronto das oitavas de final contra o Brasil será "um dos mais equilibrados dos últimos mundiais”. O clássico pelo Mundial de Basquete da Turquia será disputado nesta terça-feira. O atleta indica sacrifício e concentração para vencer o confronto.

“Não vai ser fácil o jogo contra o Brasil. Pelas lembranças que tenho de mundiais anteriores, este jogo será dos mais equilibrados”, diz Fabrício Oberto.

O pivô ficou de fora da equipe por causa de uma infecção intestinal. "Estou me recuperando dia a dia e aproveitando estes dias de descanso, o que está me fazendo muito bem. Vou tratar de voltar e dar tudo de mim. É preciso ter os pés no chão, jogar, colocar muito sacrifício para passar das oitavas e estar com a cabeça concentrada. Isso é o que posso oferecer à equipe”, indicou.

A Argentina parece crescer a cada jogo conforme avança na competição, segundo Oberto. “Sempre nos vemos com vontade de chegar ao mais alto possível. É a ambição deste grupo nos últimos anos e torneios”, assegurou o jogador.

O pivô ressalta que na melhor partida da Argentina, contra a Sérvia, a equipe perdeu. Ele lembra que os jogadores não podem repetir os erros. "Na primeira fase tivemos muitos altos e baixos. Contra a Sérvia tivemos um jogo compacto, além da derrota, e temos que manter isso", finalizou Oberto.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host